Faithlife Sermons

Cristo o Profeta Superior a Moisés [Dt 18.14-22]

Ceia do SENHOR  •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 3 views

Exposição dos ofícios de Cristo e a relevancia em sua pessoa e obra

Notes
Transcript

Introdução

Em uma celebração como essa da Ceia do SENHOR temos estudado a pessoa e obra de Cristo. Hoje gostaria de destacar o papel de Cristo como profeta a semelhança de Moisés, assim como abordar o que compreendemos em relação a cada um dos seus três papéis (profeta, sacerdote e rei) e perceber a importância em nossa compreensão da pessoa de Cristo o “autor e consumador da nossa fé”.
Esse é talvez o mais desafiador entre os três ofícios. Diferente dos outros dois temos não vemos em nenhum lugar do Novo Testamento (especialmente em epístolas) uma identificação de Cristo como profeta. O autor de Hebreus chegou muito próximo ao usar uma descrição daquele que revela a pessoa e obra de Deus em nosso favor, sem dúvida alguma teve aqui uma grande oportunidade de, a semelhança do que fará a frente em relação ao sacerdócio, identificar Cristo como profeta.
Surpreendente é o fato de que ele não o fez. Ainda que tivesse todas as condições de destacar parece que ele preferiu não identificar Cristo como um profeta.
Concordo com Grudem quando ele destaca em sua Teologia Sistemática de que em nenhum ponto do Novo Testamento Cristo é identificado como um profeta apenas, ainda que nos evangelhos o povo o chama assim, parece que o evangelista prefere apontar para a obra de Cristo muito superior aos profetas.
A única referencia possível é a profecia de que um profeta superior a Moisés surgiria (Hebreus mostra a superioridade de Jesus em relação a Moisés com excelência). Mesmo Moisés não parece ser um profeta no estilo “normal” não vemos muitas “adivinhações” ou “exortações”.
Parece que ele é o maior dos profetas porque é um profeta diferente, ele é o responsável pela aliança, nesse sentido Jesus é superior por ser intermediador de uma aliança superior e não ser apenas aquele que revela, mas o objeto da revelação.
Nesse sentido Jesus não é um profeta semelhante aos profetas do AT, mas o chamamos de profeta semelhante ou superior a Moisés por algumas razões.

Revela a Deus [Hb 1.1-2]

Diversos textos destacam que conhecemos a Deus por meio da pessoa bendita de Cristo, de modo que ele cumpre o papel do profeta de uma forma até mais completa, visto que ele é Deus e por meio dele o que foi revelado pelos profetas no AT de forma incompleta é completa em Cristo.
Talvez seja por esse motivo que Jesus não é chamado de profeta, os autores bíblicos tem o cuidado de mostrar que Jesus é superior até mesmo a Moisés o grande ícone da fé judaica. Mateus de diversas formas compara a ambos no evangelho e demonstra a superioridade de Cristo, mas ninguém faz isso de forma tão direta quanto o autor de Hebreus [Hb 3.1-6] destacando que Moisés foi o servo e fazia parte do edifícios, mas Jesus e Deus foram quem construíram o edifício. Essa casa ou edifício é o seu povo na Antiga e na Nova Aliança, agora a igreja de Cristo.

Objeto da Revelação [Hb 1.3-4]

Jesus diferente de uma forma ainda mais significativa do que Moisés ou os profetas na medida em que os outros eram apenas mensageiros a obra e pessoa de Deus enquanto Cristo é Deus (atributos divinos como criador) e objeto da revelação da redenção (sua obra).
Ele não apenas revela Deus, mas é Deus e sua obra desvendada pelos profetas o torna objeto da revelação. revelação essa que ele o faz de forma mais completa e plena. Sendo desse modo superior e inigualável.

“Profeta” de uma Aliança Superior [Hb 8.13]

Parece que Jesus não é apenas um profeta superior no sentido de revelar melhor e ser objeto da revelação, mas como Moisés era o profeta da Antiga Aliança Jesus é o profeta da Nova Aliança.
Talvez o maior diferencial de Cristo como profeta a semelhança de Moisés e superior a ele é o de que ele intermediou uma aliança completa. Uma nova forma de relacionamento entre Deus e os homens. O que basicamente celebramos mensalmente na Ceia do SENHOR.

Princípios Eternos

Jesus é superior a Moisés ou qualquer outro profeta
O Evangelho é centrado na cruz o maior dos profetas, objeto da profecia e mediador da Nova Alianças
Não há outro meio de conhecermos a Deus que não seja por Cristo revelado nas escrituras
Cristos é a revelação do Deus invisível
Todo o Evangelho aponta para Cristo
Cristo é superior a Moisés na medida em que a Nova Aliança supera a antiga e trata de sua pessoa e obra.

Cristo como Profeta Revela a si mesmo e inaugura uma Nova Aliança

Desafios

Olhe para Cristo o mediador de uma Nova Aliança em meio as lutas do dia a dia
Related Media
Related Sermons