Faithlife Sermons

O ofício profético

O ofício profético  •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 8 views

Eliseu mandou Geazi perguntar o que estava acontecendo com a Sunamita, anulando assim a revelação profética sobre sua vida.

Notes
Transcript

Introdução

2Reis 4.8–27 (NAA)
Certo dia, Eliseu passou por Suném, onde morava uma mulher rica, que insistiu para que ele ficasse para uma refeição. Assim, todas as vezes que passava por lá, entrava para fazer uma refeição. Ela disse ao seu marido:
— Vejo que este que passa sempre por aqui é um santo homem de Deus. Vamos fazer um quarto pequeno no terraço da casa e colocar nele uma cama, uma mesa, uma cadeira e uma lamparina; assim, quando ele vier à nossa casa, poderá ficar ali.
Um dia, vindo o profeta para ali, retirou-se para o quarto e se deitou. Então disse ao seu servo Geazi:
— Vá chamar esta sunamita.
Ele a chamou, e ela se pôs diante do profeta. Este tinha dito a Geazi que dissesse a ela:
— A senhora nos tem tratado com muito cuidado. O que podemos fazer pela senhora? Podemos falar em seu favor junto ao rei ou ao comandante do exército?
Ela havia respondido:
— Eu estou bem, vivendo no meio do meu povo.
Então o profeta perguntou a Geazi:
— O que se pode fazer por ela?
Geazi respondeu:
— Ora, ela não tem filhos, e o marido dela é velho.
Eliseu disse:
— Vá chamá-la.
Ele a chamou, e ela se pôs à porta. Então o profeta disse à mulher:
— Por este tempo, daqui a um ano, você terá um filho nos braços.
Ela disse:
— Não, meu senhor, homem de Deus, não minta para esta sua serva.
A mulher engravidou e, no ano seguinte, no tempo determinado, deu à luz um filho, como Eliseu tinha dito.
O menino cresceu e, certo dia, foi encontrar-se com o seu pai, que estava no campo com os ceifeiros. De repente ele disse a seu pai:
— Ai! A minha cabeça! A minha cabeça!
Então o pai disse a um dos servos:
— Leve-o para a mãe.
Ele o tomou e o levou para a mãe. O menino ficou sentado no colo dela até o meio-dia, e então morreu. Ela subiu e o deitou sobre a cama do homem de Deus; fechou a porta e saiu.
Chamou o marido e lhe disse:
— Mande-me um dos servos e uma das jumentas. Preciso ir depressa falar com o homem de Deus e voltar.
O marido perguntou:
— Por que você quer falar com ele hoje? Não é dia de Festa da Lua Nova nem sábado.
Ela respondeu:
— Não faz mal.
Então ela mandou preparar a jumenta e disse ao servo:
— Pegue as rédeas e vamos! Não diminua a marcha, a não ser quando eu disser.
E assim ela partiu e foi falar com o homem de Deus, no monte Carmelo. Ao vê-la de longe, o homem de Deus disse a Geazi, seu servo:
— Veja! É a sunamita. Corra ao seu encontro e pergunte a ela: “Vai tudo bem com você, com o seu marido, com o menino?”
Ela respondeu:
— Vai tudo bem.
Quando ela chegou ao homem de Deus, no monte, agarrou-se aos pés dele. Geazi se aproximou para arrancá-la, mas o homem de Deus lhe disse:
— Deixe-a, porque a sua alma está em amargura, e o Senhor escondeu isso de mim; não me revelou nada a respeito.
Eliseu era constrangido a ficar na casa da mulher rica. Quando ela decidiu construir um quarto para ele, lindamente decorado, ela estava construindo um precedente de milagres para o futuro.

Quando você faz algo para Deus, você edifica um milagre

Constranja alguém a ser bem tratado. Faça algo para o homem de Deus. Jesus será honrado e te fará prosperar no tempo certo.

O menino morreu

O garoto sofreu uma dor de cabeça e morreu. A mãe sabia exatamente onde colocar o corpo: no quarto do profeta.
Então preparou o jumento e foi ao encontro do homem de Deus.

Deus não revelou a ele

O sentimento do profeta era de gratidão. Portanto ele queria fazer algo a ela para agradecer.
Porém o chamado profético era necessário esperar em Deus a revelação e ele mandou o seu servo perguntar o que ela tinha.
Ser assistencialista é muito bom, mas isso não pode apagar o OFÍCIO PROFÉTICO. É Deus quem revela, é Deus quem direciona. Deus é quem nos mostra o oculto e o escondido.
DEUS ESCONDEU ISSO DELE - NÃO REVELOU NADA A RESPEITO
Existem momentos que as pessoas precisam de ajuda, mas em outros elas precisam de Deus
A revelação é superior a assistência
Related Media
Related Sermons