Faithlife Sermons

Ano novo, vida velha

Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 7 views

Exôdo 32

Notes
Transcript

Ano Novo, vida Velha

Em êxodo 25.8 deus faz uma promessa de habitar no meio do povo, mas agora, na auxência de Moisés o povo busca resolver o problema da auxência de Deus, que na verdade é um problema que não existe.
Estamos em um momento da história onde Israel é colocado como uma nova humanidade, foram tirados da escravidão e escaparam da morte.
De uma forma supreendente o povo trai o Senhor, idolatria é um ato de adultério, como um marido traindo a esposa na noite de núpcias.
Naquela mesma manhã o povo estava colhendo o Maná de Deus no deserto, sinal da provisão de Deus, no entanto, ali estavam eles, trocando o Senhor por um bezerro de ouro.
Trata-se de uma grande estupidêz, mas é a mesma estupidez que nós cometemos quando pecamos, quando voltamos aos nossos velhos ídolos.
Salmo 106.20 NVI
20 Trocaram a Glória deles pela imagem de um boi que come capim.
Perdemos de vista a provisão generosa de Deus e nos apegamos a coisas estupidas.
Talvez você diga que estamos imunes, pois não mais adoramos imagens. Mas não estamos imunes, Há coisas que gastamos tudo o que temos imagiando que elas nos darão realização.
Os ídolos podem ser qualquer coisa: Liberdade pessoal, sucesso, riqueza, popularidade, aceitação ou até mesmo o amor.
2Pedro 2.19 NVI
19 Prometendo-lhes liberdade, eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é escravo daquilo que o domina.

Um deus Falso

Quem o bezerro representava? Parce que o povo pede um novo Deus, mas arão faz uma imagem que represeta o próprio Javé.
Faça para nós: אֱלֹהִ֗ים (Elohim)
Festa ao: לַיהוָ֖ה (Le-Yevah)
Orgias: לְצַחֵֽק (Lê-Tsaheq)
Arão fez para o povo uma representação de Javé, uma quebra direta do 2º Mandamento.
Essa é uma clara tentativa de criar um deus aos seus próprios moldes, à nossa imagem e semelhança.
Algumas pessoas querem os benefícios de participar da igreja, mas não querem se relacionar com Deus nos termos dele. Ou querem as bênçãos de Deus juntamente com os prazeres de satisfazer os próprios apetites. Querem perdão de Deus, mas não querem obedecer a sua vontade. Algumas pessoas querem escolher quais partes da Bíblia aceitam.
Todos nós temos a tendência natural de remodelar Deus à nossa imagem ou à imagem de nossa cultura, em vez de nos lembrarmos de que fomos criados à sua imagem.
E, como cristãos, pensamos que, se não transigirmos, a cultura não nos respeitará. No entanto, o mundo não terá maior respeito por nós se seguirmos cada modismo cultural.
E, se nos tornamos iguais à cultura ao nosso redor, não temos nada de diferente ou de proveitoso para dizer. Se simplesmente imitamos o mundo, não oferecemos alternativa alguma. O mundo tem templos de sobra para seus ídolos; não há necessidade nem justificativa para transformar a igreja de Deus em mais um deles.
Mateus 5.13 NVI
13 “Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens.
Recentemnete o choache chamou atenção por se utilizar do nome de Deus, ceguar numa arena de helicoptero e porche para dizer que as pessoas precisam tomar a decisão de ser como ele.
Queremos pensar que Deus é amoroso, mas não Santo
Desejamos que Deus seja misericordioso, mas não um juiz.
Criamos um deus segundo nossa imaginação.
“Gosto de imaginar que Deus é.... Não creio que Deus seja… Podemos não ter ítolos de metais, mas temos idolos mentais.
Deus é Senhor, o Eu sou o que Sou!

Merecemos a destruição

Êxodo 32.9–10 NVI
9 Disse o Senhor a Moisés: “Tenho visto que este povo é um povo obstinado. 10 Deixe-me agora, para que a minha ira se acenda contra eles, e eu os destrua. Depois farei de você uma grande nação”.
O grande problema da humanidade é nossa obstinação. Nosso desejo de ser deuses.

Moisés intervém

Êxodo 32.11–13 NVI
11 Moisés, porém, suplicou ao Senhor, o seu Deus, clamando: “Ó Senhor, por que se acenderia a tua ira contra o teu povo, que tiraste do Egito com grande poder e forte mão? 12 Por que diriam os egípcios: ‘Foi com intenção maligna que ele os libertou, para matá-los nos montes e bani-los da face da terra’? Arrepende-te do fogo da tua ira! Tem piedade, e não tragas este mal sobre o teu povo! 13 Lembra-te dos teus servos Abraão, Isaque e Israel, aos quais juraste por ti mesmo: ‘Farei que os seus descendentes sejam numerosos como as estrelas do céu e lhes darei toda esta terra que lhes prometi, que será a sua herança para sempre’ ”.

A Seriadade do Pecado e a Santidade de Deus

Êxodo 32.19–28 NVI
19 Quando Moisés aproximou-se do acampamento e viu o bezerro e as danças, irou-se e jogou as tábuas no chão, ao pé do monte, quebrando-as. 20 Pegou o bezerro que eles tinham feito e o destruiu no fogo; depois de moê-lo até virar pó, espalhou-o na água e fez com que os israelitas a bebessem. 21 E perguntou a Arão: “Que lhe fez esse povo para que você o levasse a tão grande pecado?” 22 Respondeu Arão: “Não te enfureças, meu senhor; tu bem sabes como esse povo é propenso para o mal. 23 Eles me disseram: ‘Faça para nós deuses que nos conduzam, pois não sabemos o que aconteceu com esse Moisés, o homem que nos tirou do Egito’. 24 Então eu lhes disse: Quem tiver enfeites de ouro, traga-os para mim. O povo trouxe-me o ouro, eu o joguei no fogo e surgiu esse bezerro!” 25 Moisés viu que o povo estava desenfreado e que Arão o tinha deixado fora de controle, tendo se tornado objeto de riso para os seus inimigos. 26 Então ficou em pé, à entrada do acampamento, e disse: “Quem é pelo Senhor, junte-se a mim”. Todos os levitas se juntaram a ele. 27 Declarou-lhes também: “Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: ‘Pegue cada um sua espada, percorra o acampamento, de tenda em tenda, e mate o seu irmão, o seu amigo e o seu vizinho’ ”. 28 Fizeram os levitas conforme Moisés ordenou, e naquele dia morreram cerca de três mil dentre o povo.
“A santidade é importante. Moisés deseja que o povo reconheça a profundidade de seu pecado. Por isso ele e os levitas matam três mil pessoas. O povo está descontrolado e precisa ser detido. Essa é uma passagem difícil de ler. Parece extremamente brutal. Mas o pecado é brutal. A narrativa revela a seriedade mortal do pecado. A tentação apresenta o pecado como algo atraente e inofensivo. Na realidade, porém, o pecado se parece com três mil cadáveres em decomposição. A morte é o pecado tornado visível.” Tim Chester

Um substituto

Êxodo 32.30–32 NVI
30 No dia seguinte Moisés disse ao povo: “Vocês cometeram um grande pecado. Mas agora subirei ao Senhor, e talvez possa oferecer propiciação pelo pecado de vocês”. 31 Assim, Moisés voltou ao Senhor e disse: “Ah, que grande pecado cometeu este povo! Fizeram para si deuses de ouro. 32 Mas agora, eu te rogo, perdoa-lhes o pecado; se não, risca-me do teu livro que escreveste”.
Moisés se oferece como um substituto para o pecado do povo, para que o nome deles não pudesse ser apagado.
O Grande problema é que Moisés também precisa de Expiação.
Êxodo 32.33–35 NVI
33 Respondeu o Senhor a Moisés: “Riscarei do meu livro todo aquele que pecar contra mim. 34 Agora vá, guie o povo ao lugar de que lhe falei, e meu anjo irá à sua frente. Todavia, quando chegar a hora de puni-los, eu os punirei pelos pecados deles”. 35 E o Senhor feriu o povo com uma praga porque quiseram que Arão fizesse o bezerro.
Deus adia o Julgamento, mas não o cancela!
O Julgamento é Adiado, não cancelado. Não pode ser cancelado, pois Deus tem um compromisso com sua glória e com sua santidade. Por isso, Deus prossegue: QUando chegar a hora Eu castigarei seu Pecado.
Se a bíblia acabasse aqui qual a Imagem você teria de Deus?
O foco está em Moisés, na necessidade de um Mediador. O Plano de Deus é salvar o povo por meio da mediação de Moisés.
Mas Moisés não é capaz de mediar o povo perfeitamente, isso nos aponta para um outro mediador, Jesus.
Jesus teve seu nome apagado para que o nosso pudesse permanecer.
Apocalipse 3.5 NVI
5 O vencedor será igualmente vestido de branco. Jamais apagarei o seu nome do livro da vida, mas o reconhecerei diante do meu Pai e dos seus anjos.
Related Media
Related Sermons