Faithlife Sermons

O Verdadeiro Mestre e o Novo Nascimento

Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 19 views
Notes
Transcript

Tema:

O Novo Nascimento, o Nascimento do Alto

Idéia Central:

Muitos se dizem entendedores da Bíblia, mas poucos são os que verdadeiramente nasceram de novo

Proposição:

Mostrar a necessidade de ter uma transformação real de coração, não somente conhecer as Escrituras.

Introdução:

Hoje em dia vemos muitas pessoas comentando de tudo na internet, é só acessar as redes sociais que vemos um mar de pessoas se dizendo pastores, professores ou conhecedores da Bíblia, pessoas que dizem ter a correta interpretação da Palavra de Deus, muitos são charlatões, não conhecem absolutamente nada, outros podemos ver que realmente conhecem a Bíblia, estudam Ela, mas suas interpretações e conclusões revelam que realmente não possuem uma mudança de vida real. Ex. Caio Fábio.

Transição:

Nos tempos de Jesus algo parecido acontecia, os Fariseus eram profundos conhecedores da Lei, mas na realidade não sabiam interpretá-la de maneira correta. Podemos ver isso muito bem no texto de Jo 3.1-15, a famosa conversa de Jesus com Nicodemos.

Contexto:

Para entender corretamente esse trecho temos que nos lembrar de como acabou o capítulo anterior de João.
João 2.23–25 BEARA
23 Estando ele em Jerusalém, durante a Festa da Páscoa, muitos, vendo os sinais que ele fazia, creram no seu nome; 24 mas o próprio Jesus não se confiava a eles, porque os conhecia a todos. 25 E não precisava de que alguém lhe desse testemunho a respeito do homem, porque ele mesmo sabia o que era a natureza humana.
Jesus estava em Jerusalém para a a festa da Páscoa e fazendo Ele milagres, muitos aparentaram crer nEle, mas Ele sabia que não era real.
Nicodemos é usado como exemplo disso.

Esboço:

A Exaltação: De Rabi para Rabi

João 3.1–2 BEARA
1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. 2 Este, de noite, foi ter com Jesus e lhe disse: Rabi, sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele.
Um dos principais dos Judeus - O FARISEU
SABEMOS que és Mestre
Nós sabemos, também somos mestres - De igual para igual
Nós vemos Deus agindo,
Vemos Deus com você

A Duvida

João 3.3–4 BEARA
3 A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. 4 Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez?
Mesmo reconhecendo que Jesus estava com Deus (no sentido de que era um Mestre), Jesus o adverte que ele não conseguiria reconhecer Deus em Jesus pois não era nascido do alto, então não era capaz de reconhecer as maravilhas do Reino.
anōthen = Nascido de novo x Nascido do Alto
quem não for gerado (nascer) do alto, não é capaz de ver o Reino de Deus
A fé que Nicodemos expressou aqui é ligada ao final do capítulo 2
Só os que nasceram de novo (e do alto) é que podem ver Deus
Vs 4 – Nicodemos entende o nascer de novo, mas Jesus disse o nascer do Alto.
O status de Mestre de Nicodemos começa a ser quebrado.

A Explicação

João 3.5–8 BEARA
5 Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. 6 O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito. 7 Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo. 8 O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito.
Jesus explica o nascer do Alto - nascer do Espírito
Água e Espírito muitas vezes se referem simbolicamente no Antigo Testamento para renovação e purificação espiritual
Ezequiel 36.24–27 BEARA
24 Tomar-vos-ei de entre as nações, e vos congregarei de todos os países, e vos trarei para a vossa terra. 25 Então, aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. 26 Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. 27 Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis .
Nascer da água e do Espírito assinala uma nova criação, um novo nascimento que purifica e renova.
Esta limpeza espiritual é totalmente uma obra de Deus, e não o resultado do esforço humano:
"O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito."
Assim como só a natureza humana pode gerar a natureza humana, assim também só o Espírito Santo pode efetuar a transformação espiritual.
O termo carne (sarx) = à natureza humana, não tem a conotação moral negativa que freqüentemente faz nos escritos de Paulo
Nascer da carne só produz carne
Somente o Espírito pode produzir o nascimento espiritual necessária para a entrada no reino de Deus.
A regeneração é inteiramente Sua obra, sem a ajuda de qualquer esforço humano.
Para exemplificar isso, Jesus usa um exemplo da natureza, o vento
O vento não pode ser controlado; sopra onde quer.
E, embora sua direção geral pode ser conhecido, de onde vem e para onde vai não pode ser determinada com precisão.
No entanto, os efeitos do vento pode ser observada.
O mesmo é válido para a obra do Espírito.
Sua obra soberana de regeneração no coração humano não pode nem ser controlado nem previsto.
No entanto, os seus efeitos podem ser vistos nas vidas transformadas daqueles que são nascidos do Espírito.

A Humilhação

João 3.9–13 BEARA
9 Então, lhe perguntou Nicodemos: Como pode suceder isto? Acudiu Jesus: 10 Tu és mestre em Israel e não compreendes estas coisas? 11 Em verdade, em verdade te digo que nós dizemos o que sabemos e testificamos o que temos visto; contudo, não aceitais o nosso testemunho. 12 Se, tratando de coisas terrenas, não me credes, como crereis, se vos falar das celestiais? 13 Ora, ninguém subiu ao céu, senão aquele que de lá desceu, a saber, o Filho do Homem [que está no céu].
Status de Mestre de Nicodemos é agora completamente humilhado
Jesus lhe mostra que ele na realidade não conhecia as Escrituras
Testificamos o que SABEMOS (Jesus e o testemunho de João Batista Jo 1.7-8) X sabemos que és Mestre (Jo 3.2)
As testemunhas terrenas (Jesus, João Batista, os discípulos) falavam, mas os fariseus não acreditavam
Como aceitariam coisas celestiais (referentes ao Reino de Deus do vr 2)
Só Jesus (que veio do Alto) poderia falar essas coisas, não os Fariseus.

Aplicações

Será que somos meros conhecedores da Lei como os Fariseus?
Já nascemos verdadeiramente do Alto?
Testemunhamos as coisas do Alto?
Related Media
Related Sermons