Faithlife Sermons

Confiança em Cristo

Confiança  •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 9 views
Notes
Transcript

Introdução

Ano passado eu conheci uma palavra nova que me chamou muita atenção. Pistantrofobia: é o medo irracional de confiar em outra pessoa. E se tem uma coisa que tem sido colocada em questão nesses dias é a confiança.
Vivemos uma época de gigantesca desconfiança.
A confiança não é gratuita e fica sempre em um extremo quando procura pontos intermediários: ou se tem ou não se tem. A palavra confiança vem da palavra em latim - fé, e o seu significado é “com toda fé” ou “fé total”.
O momento em que vivemos é um tempo de mudança e confusão. Mas não podemos permitir que seja um tempo de recuo. É um tempo para estarmos confiantes.

Elucidação

O texto que nós lemos está numa das cartas que mais inspira confiança na Bíblia. A carta aos Hebreus do começo ao fim nos comunica: Jesus é maior e melhor do que todas as coisas e por isso, ele é digno de confiança.
Ele é melhor do que os profetas, é maior do que os anjos. Ele é melhor do que Moisés, do que Josué e até mesmo Arão. Cristo é melhor do que todas as coisas.
E essa supremacia de Cristo nos leva a confiarmos nele. A mensagem do evangelho converte nossos corações e nos faz colocar toda nossa confiança na pessoa de Jesus Cristo. É assim que recebemos graça e misericórdia para tempos oportunos como este.
Seja em tempos de coronavírus ou de qualquer tempestade que venha sobre nossa vida a instrução é uma só: TEMA: Confie em Cristo!

Confie porque Ele é o filho de Deus - v.14

A ênfase recai sobre o grande, mas perceba: porque Jesus é grande?
Por causa de sua filiação, Jesus já é grande. Hb 1.5
Hebreus 1.5 RA
Pois a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei Pai, e ele me será Filho?
Sumo Sacerdote (explicar o ofício): entrava no Santo dos Santos uma vez no ano e aspergia o sangue para expiar, primeiro, seus próprios, e, depois, os do povo. Jesus distingui-se porque é divino.
Somente Jesus penetrou nos céus. Diferente dos sacerdotes terrenos, Jesus ressuscitou, subiu aos céus e está assentado à mão direita do Deus Pai.
A diferença entre Jesus e Arão é imensurável. E, portanto, Ele é digno da nossa confiança. E, portanto, mantenhamos firmes a fé que confessamos. Romanos 10.10 Devemos continuar a professar essa fé com o coração e com a boca. Ou seja, pregando para nossa própria alma e para aqueles que estão ao nosso redor.
Romanos 10.10 RA
Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação.

Confie porque Ele se compadece de nós

O texto estabelece esse ponto de vista ao afirmar essa verdade de forma negativa e positiva.
Negativa: a dupla negação - não temos um sumo sacerdote que é incapaz de simpatizar-se - expressa uma ideia positiva: sim, temos um sumo sacerdote altamente exaltado que pode descer ao nosso nível. O sumo sacerdote celestial é capaz de compadecer-se. Se confessamos o seu nome publicamente, ele sofre conosco quando outros nos censuram, desprezam e insultam.
Positiva: Jesus não é apenas totalmente divino; ele é também totalmente humano e, por isso, compreende nossas fraquezas e nossas tentações. Pois ele mesmo experimentou fraquezas e tentações. Nada na experiência humana é estranho a ele. todavia, foi sem pecado. Ele experimentou fome, ele foi zombado, mas sem pecar. O pecado é a única experiência humana da qual Cristo não participou.
É Jesus (o sem pecado) que é capaz de compadecer-se de nós (enfraquecidos pelos pecados). Não pense que Jesus está insensível, ele já passou por tudo aquilo que nós enfrentamos.

Confie porque essa é a vontade de Deus

A Palavra do Senhor é clara e nos encoraja a termos ousadia e nos aproximarmos com confiança diante do nosso Deus.
Jesus convida seu povo a se aproximar livremente, sem hesitação. 1Pedro 5.7
1Pedro 5.7 RA
lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.
O pecador que vai ao trono da graça, arrependido e com fé, de fato encontra a graça perdoadora de Jesus.
O homem necessita de misericórdia por causa das falhas passadas e de graça para as obras do presente e do futuro.
“para ajudar-nos em tempos de necessidade”. Essa necessidade pode ser material, física ou espiritual. Quando clamamos pelo nome do Senhor pela fé e nos aproximamos do trono de Deus, ele ouve e responde. ele está pronto para ajudar.

Aplicações

Sendo assim, o que de fato nós precisamos fazer?
O que nós precisamos fazer para permanecermos firmes durante a tempestade do coronavírus, ou de qualquer outra, é confiar em Cristo. Preciso olhar para Cristo, apoiar-me em Cristo, seguir a Cristo, confiar em Cristo e descansar em Cristo.
E fazemos isso por meio de sua Palavra e em oração, publicamente, em particular, como casais, como família.
A Carta aos Hebreus Bem Explicadinha: E Como Seu Ensinamento Se Desenvolve na Prática 4. Mas Eu Desejo, de Todo Coração, Continuar Firme até o Fim. Que Devo Fazer? (4.14–16)

Em Cristo há perdão, acolhimento, compaixão e ajuda. Contemple-o de todas as formas, mas não se esqueça de ir até ele. Faça isso várias e várias vezes. Não procure esconder de Cristo as fraquezas que possui – ele está disposto a ajudar. Ele conhece todos os erros que você já cometeu e continua a cometer. Sabe quantas vezes você precisará voltar para ele. Sabe que você não consegue orar como deveria. Sabe que até seus momentos de maior santidade são poluídos pelo pecado. Sabe que até mesmo a fé mais forte é misturada com descrença – e, ainda assim, o convite a vir permanece. Somos instados a nos aproximar com ousadia. A misericórdia ainda pode ser encontrada. A graça ainda está disponível.

Confie em Cristo!
Related Media
Related Sermons