Faithlife Sermons

Acabe, o perturbador de Israel

1 Reis  •  Sermon  •  Submitted   •  Presented
0 ratings
· 37 views

. A realidade é que, quando faltam recursos divinos, ao invés daqueles que deveriam cuidar dos interesses do próximo, preocupam-se com o seu bem-estar. O exemplo estava em Acabe pensando ser soberano ao tentar preservar a criação que revelava a desobediência dele mesmo, não se volta para o seu povo, por meio do arrependimento. Quanto a isso, vemos em 1 Reis 18.5 “Disse Acabe a Obadias: Vai pela terra ...

Files
Notes & Transcripts
4 Acabe, um verdadeiro encrenqueiro RYKEN. Philip Graham- Estudos bíblicos expositivos em 1 Reis- Cultura Cristã (1 Reis 18.1-18) Texto inicial em 1 Reis 18.16-18 “16 Então, foi Obadias encontrar-se com Acabe e lho anunciou; e foi Acabe ter com Elias. 17 Vendo-o, disse-lhe: És tu, ó perturbador de Israel? 18 Respondeu Elias: Eu não tenho perturbado a Israel, mas tu e a casa de teu pai, porque deixastes os mandamentos do SENHOR e seguistes os baalins.” Houve um grande período quente, seco e cheio de poeira. Estava insuportável! E isso durou três anos. Um fato de nossos dias Nós já experimentamos uma espécie de crise híbrida em 2014–2016, no qual os níveis de seca e redução de oferta de água atingiram índices preocupantes e poucas vezes vistos na história do local. Um dos símbolos desta crise é a diminuição drástica do Sistema Cantareira, imenso reservatório administrado pela Sabesp e responsável pelo abastecimento de água de cerca de 8,8 milhões de pessoas. A seca na Região Sudeste, em associação a fatores ligados à infraestrutura e planejamento, é a responsável pela pior crise hídrica enfrentada pela região. Sobre a atuação da Sabesp na crise foi constatado que a gestão dos recursos hídricos é uma das principais responsáveis pela crise. As causas da crise vão desde a diminuição das chuvas no Estado até o desmatamento, à ocupação desenfreada dos mananciais e à falta de planejamento do governo de São Paulo. No texto bíblico constatamos semelhante desgoverno, sobretudo, espiritual. O Senhor dos céus e da terra ordenou para que não chovesse sobre a terra em sinal da desobediência tanto do rei Acabe como todos os moradores que o acompanharam na adoração de Baal. O Senhor Deus cumpriu sua promessa de castigar os rebeldes e aqueles que faziam uma encrenca espiritual com o Deus da paz. Essa seca mortal serve como meio entre dois poderosos atos de Deus: Primeiro. No final do capítulo 17, Deus ressuscitou um morto. Segundo. No capítulo 18, Deus enviará fogo e chuva dos céus. Nesse tempo, observamos que o povo de Israel havia depositado sua fé em Baal, o deus da chuva, mas Baal não conseguiu ajuda-los agora. Por qual razão? Porque o Deus de Israel, o Senhor vivo e Deus único, havia fechado os céus, causando assim uma fome desesperadora na terra. Não foi por falta de conhecimento e nem por inadvertência, salmista a muito tinha apontado para o problema do adultério espiritual: 3 Não confieis em príncipes, nem nos filhos dos homens, em quem não há salvação. 4 Sai-lhes o espírito, e eles tornam ao pó; nesse mesmo dia, perecem todos os seus desígnios. 5 Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, cuja esperança está no SENHOR, seu Deus6 que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e mantém para sempre a sua fidelidade. Salmo 146 A realidade é que, quando faltam recursos divinos, ao invés daqueles que deveriam cuidar dos interesses do próximo, preocupam-se com o seu bem-estar. O exemplo estava em Acabe pensando ser soberano ao tentar preservar a criação que revelava a desobediência dele mesmo, não se volta para o seu povo, por meio do arrependimento. Quanto a isso, vemos em 1 Reis 18.5 “Disse Acabe a Obadias: Vai pela terra a todas as fontes de água e a todos os vales; pode ser que achemos erva, para que salvemos a vida aos cavalos e mulos e não percamos todos os animais.” Partindo do ponto de que “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” 2 Timóteo 3.16-17 Voltemos para o que o texto trata. Ele trata ou propõe falar sobre quem é o culpado sobre os problemas da sociedade. Temos as perguntas: a. Por que essa seca havia ocorrido? b. Quem era responsável por essa catástrofe? c. Quem era o encrenqueiro? Alguns estudiosos identificam o mordomo, já no ínicio da crise da seca. Contrariando até mesmo os romances policiais de Agatha Christie e Investigação criminal que tem a certeza que saberemos quem é o culpado de determinado crime, porque ele certamente será revelado nas últimas páginas do livro. O comentarista F. B. Meyers pastor batista e evangelista inglês que atuou em ministérios e missões evangelísticas em ambos os lados do Atlântico. vê uma diferença muito clara entre Elias e Obadias. 1. Obadias é um mal mordomo por ter um emprego justamente no palácio de Acabe, chamando de seu “senhor”. 1 Reis 18.10-11,14 Dividindo sua lealdade entre dois senhores. 2. Obadias é um covarde porque teve medo de informar Acabe que Elias havia aparecido. 7 Estando Obadias já de caminho, eis que Elias se encontrou com ele. Obadias, reconhecendo-o, prostrou-se com o rosto em terra e disse: És tu meu senhor Elias? 8 Respondeu-lhe ele: Sou eu; vai e dize a teu senhor: Eis que aí está Elias. 9 Porém ele disse: Em que pequei, para que entregues teu servo na mão de Acabe, e ele me mate? 10 Tão certo como vive o SENHOR, teu Deus, não houve nação nem reino aonde o meu senhor não mandasse homens à tua procura; e, dizendo eles: Aqui não está; fazia jurar aquele reino e aquela nação que te não haviam achado. 11 Agora, tu dizes: Vai, dize a teu senhor: Eis que aí está Elias. 12 Poderá ser que, apartando-me eu de ti, o Espírito do SENHOR te leve não sei para onde, e, vindo eu a dar as novas a Acabe, e não te achando ele, me matará; eu, contudo, teu servo, temo ao SENHOR desde a minha mocidade. 13 Acaso, não disseram a meu senhor o que fiz, quando Jezabel matava os profetas do SENHOR, como escondi cem homens dos profetas do SENHOR, de cinqüenta em cinqüenta, numas covas, e os sustentei com pão e água? 14 E, agora, tu dizes: Vai, dize a teu senhor: Eis que aí está Elias. Ele me matará. 1 Reis 18.7-14 3. Obadias era do tipo que quer “salvar sua própria pele”, faltava força moral, coragem, vida vigorosa e caráter. VERDADES SEJAM DITAS § Não podemos concordar que Obadias era mundano, covarde e impio. Pelo contrário, não era encrenqueiro. § Obadias não era tão corajoso como Elias. Mas sob em vários aspectos, ele serve como exemplo santo para os cristãos em empregos seculares difíceis. § Obadias ocupava o cargo de comandante nos estudos da situação, planejamentos e tomadas de decisão. Por essa razão, Deus o utilizou para esconder cem homens dos profetas do SENHOR, sob o sustento com pão e água e ao mesmo tempo preservar a vida daquele que deveria se arrepender, ou seja, Acabe. § Obadias não queria encrencas com ninguém, por que ele (Obadias temia muito ao SENHOR) 1 Reis 18.4 § Obadias sofria uma grande pressão por todos os lados para honrar seus compromissos. Imagina-se Obadias dizendo em algumas reuniões com seu povo: “Gostaria que orassem por minha situação no trabalho, especialmente por meu chefe, que não conhece o Senhor como seu único e verdadeiro Deus. A coragem daquele que foge de encrencas- Resolvendo um conflito no trabalho por meio da fé A prova da piedade de Obadias veio quando Jezabel perseguiu os profetas de Deus ao trazer deuses estrangeiros para o palácio do rei Acabe, uma espécie de intriga contra o reino do Senhor. Como Obadias respondeu a isso? § Escondeu cem profetas para não serem mortos pela Jezabel. § Do mesmo modo, se formos tentados a cometer algo imoral no trabalho, o Espírito Santo nos levará a obedecer a Deus do que aos homens, incomodando nossa consciência. § Deus não livrou os cem profetas da fome de forma milagrosa e sobrenatural como fez com Elias, não foi extraordinário. Deus usou Obadias para operar um milagre de forma ordinária e comum. O que quero destacar é que muitas vezes recorremos ao “Faz um milagre em Mim” ao invés de “Cumpri em mim os seus propósitos comuns de cada dia” § Obadias confiava tanto no ordinário que lhe faltava crêr no extraordinário cuidado de Deus em aniquilar o ódio de Acabe contra ele: 11 Agora, tu dizes: Vai, dize a teu senhor: Eis que aí está Elias. 12 Poderá ser que, apartando-me eu de ti, o Espírito do SENHOR te leve não sei para onde, e, vindo eu a dar as novas a Acabe, e não te achando ele, me matará; eu, contudo, teu servo, temo ao SENHOR desde a minha mocidade. 13 Acaso, não disseram a meu senhor o que fiz, quando Jezabel matava os profetas do SENHOR, como escondi cem homens dos profetas do SENHOR, de cinqüenta em cinqüenta, numas covas, e os sustentei com pão e água? 14 E, agora, tu dizes: Vai, dize a teu senhor: Eis que aí está Elias. Ele me matará. 15 Disse Elias: Tão certo como vive o SENHOR dos Exércitos, perante cuja face estou, deveras, hoje, me apresentarei a ele. 1 Reis 18.11-15 O outro personagem a quem poderia se atribuir culpa pela calamidade seria Elias? Não, claro que não! Ele sempre obedecia ao Senhor ouvindo sua voz contra aqueles que causavam rebeldia e encrenca contra Ele na terra até os céus. Essa provocação se dava pela veneração ao deus da fertilidade, Baal. Então quem era o verdadeiro perturbador de Israel? 15 Disse Elias: Tão certo como vive o SENHOR dos Exércitos, perante cuja face estou, deveras, hoje, me apresentarei a ele. 16 Então, foi Obadias encontrar-se com Acabe e lho anunciou; e foi Acabe ter com Elias. 17 Vendo-o, disse-lhe: És tu, ó perturbador de Israel? 18 Respondeu Elias: Eu não tenho perturbado a Israel, mas tu e a casa de teu pai, porque deixastes os mandamentos do SENHOR e seguistes os baalins. 1 Reis 18.15-18 O rei acreditava que o profeta de Deus havia causado problemas para Israel, e por isso tentou jogar a culpa pela seca em Elias, lógico, foi Elias que orou para que não chovesse em Israel. Mas quem começou a briga foi Acabe! Os que começam brigam com Deus, não se voltam para Ele, e sim, se voltam com ódio para o povo de Deus. Eles acusam os reconciliados com Deus de perturbadores da ordem humana estabelecida. Dizem que estamos fora dos padrões estabelecidos. Dizem que somos antiquados, conservadores, mentes fechadas, retrógados, tradicionais e patriarcais fundamentalistas, etc. O perfil de um encrenqueiro contra Deus: Deixa os mandamentos de Deus. V.18 Adora deuses estranhos . v.18 Se preocupa mais com seu bem estar do que pelo bem geral. V.5 Culpa os outros por seus erros. V.17 Persegue os profetas do Senhor. V.13 Não se arrepende de seus pecados e vai para o confronto rebelde. V.20 Alvos daqueles que estão numa verdadeira encrenca com Deus: Um exemplo na história da Igreja: A mesma coisa aconteceu durante a Reforma protestante na Europa. Quando Lutero começou a pregar a justificação pela graça por meio da fé somente, o Papa o chamou de vírus pestilento”. Por essa razão, mas tarde. Calvino escreveu suas Institutas para defender a Reforma contra aqueles que diziam que os cristão protestantes eram perturbadores fora da lei. Um exemplo do Senhor da Igreja: O mundo acreditava que Jesus também era encrenqueiro. Na verdade, ninguém jamais causara mais problemas que Jesus, como Lucas relata: 2 E ali passaram a acusá-lo, dizendo: Encontramos este homem pervertendo a nossa nação, vedando pagar tributo a César e afirmando ser ele o Cristo, o Rei. 3 Então, lhe perguntou Pilatos: És tu o rei dos judeus? Respondeu Jesus: Tu o dizes. 4 Disse Pilatos aos principais sacerdotes e às multidões: Não vejo neste homem crime algum. 5 Insistiam, porém, cada vez mais, dizendo: Ele alvoroça o povo, ensinando por toda a Judéia, desde a Galiléia, onde começou, até aqui. Lucas 23. 2-5 Um exemplo no campo missionário atual: Cristãos em lugares como China, África Oriental, Oriente Médio e América do Sul (Cidade de Chiapas- México) estão sofrendo e morrendo por causa de sua fé em Jesus, nas mãos de comunistas, muçulmanos e hindus. Um exemplo dos Estados Unidos: A onda de queima de igrejas na década de 90. Representou uma forma de ódio racial, porque a igreja pratica a reconciliação racial, e isso é uma subversão e perturbação ao sistema que está em rebeldia contra a o Criador. Aplicação: Se formos sinceros com nós mesmos, veremos que, muitas vezes, somos nós mesmos a causa das nossas dificuldades espirituais. Se for o caso, você não resolverá a sua situação culpando os outros, mas apenas confessando o seu pecado. Precisamos de um rei e senhor que demonstrou s melhor liderança espiritual que assumiu toda a nossa culpa e se responsabilizou por aqueles atos que não cometeu. E essa foi “a encrenca” que se envolveu neste mundo que não quer ser incomodado com assumir responsabilidades para com o Deus Justo. Que tipo de encrenca que vc tem se envolvido contra Deus? ou a favor dele? Se posicione para o lado Dele.
Related Media
Related Sermons