Faithlife Sermons

O chamado para o Reino

Sermão em Marcos   •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 13 views
Notes
Transcript

Introdução

2.3 Comentário exegético teológico
Nos versos anteriores, temos o que chamo de preparação do Servo e a confirmação da sua obra.
No verso 1 observa-se uma forma de introdução do assunto que será abordado no decorrer do Evangelho, isto é, o principio do evangelho de Jesus que é o Cristo prometido e Filho de Deus. Esse será o assunto que será abordado por todo o livro. Então ele mostra que estava iniciando o que havia sido prometido por Deus nas escrituras do Antigo testamento, especificamente nos profetas, e então o autor apresenta citações dessas promessas nas profecias de Isaias e Malaquias v.2-4. O que leva ideia de que o Servo prometido do Senhor vinha tendo uma preparação do seu caminho em Todo o Antigo Testamento, tendo se concretizado pelo cumprimento da promessa de um arauto: Voz do que Clama no deserto. O qual prepararia o caminho do Senhor.
Ou seja, a promessa do Antigo Testamento se cumpriu no Arauto que chegou, pois apareceu João no deserto, pregando o batismo de arrependimento de pecados. Isto é, ele estava preparando o caminho para o Cristo prometido, que chegou e foi batizado por ele no Jordão para se cumprir a Escritura.
No seu batismo, houve a confirmação: 1. Da sua obra redentora substitutiva. Pois Jesus não tinha pecados para se arrepender deles e ser batizado, mas mesmo assim ele assumiu a responsabilidade de representante de pecadores, assumindo o lugar deles já desde o seu batismo, se humilhando a forma de homem; 2. Pela unção que do Espirito que desceu sobre ele, capacitando-o para o seu oficio; 3. A confirmação pela afirmação divina de que ele é o legítimo filho unigênito do Pai, essa confirmação veio do Próprio pai.
Depois ter recebido o carimbo da aprovação divino, Jesus foi impelido para o deserto pelo Espirito, lá ele foi tentado confirmando a sua vitória sobre o tentador, Satanás. Após isso Marcos passa para o inicio do ministério de Jesus na Galileia.
O autor mostra O texto que será exposto se encontra em Marcos, Capitulo 1 versos de 14 à 20. Nele vemos o inicio do ministério de Jesus na Galileia, que é introduzido com a pregação do evangelho de Deus chamando pecadores para adentrarem no reino de Deus, sendo que o tempo de Deus estava cumprido. Vemos também o chamado para que aqueles que adentrassem no Reino de Deus, passassem a servir seguindo a Jesus.
I. Jesus inicia seu ministério na Galileia
O texto anterior mostra a preparação de Jesus para o oficio redentor que ele exerceria. Após a preparação ratificada na vitória que Cristo teve no momento da tentação, Marcos já o introduz Jesus ativamente trabalhando iniciando o seu ministério na Galileia.
Entre o momento da tentação e o inicio do serviço que o servo desempenharia na Galileia, tem um vácuo de tempo. Pois muitas coisas aconteceram entre essas duas cenas, mas o evangelista não quis abordá-las. Por quê?
Porque o seu objetivo não era ser exatamente cronológico no seu relato da vida e obra de Cristo. O seu propósito é mostrar o Filho de Deus como um servo em atividade. Então ele introduz Jesus em atividade na Galileia.
Quando que isso ocorreu? V.14 Depois de João ter sido preso.
O autor descreve o fato da prisão de João como o marcador de tempo. Mas por que João foi preso?
O evangelho nos dá pistas desse evento. No capitulo 6 nos versos 14-16 é narrado o crescimento da fama de Jesus ao ponto de ter chegado ao conhecimento de Herodes, sendo que muitas teorias haviam sido criadas sobre quem era Jesus, ele afirma que Jesus era João que havia ressuscitado, e então dos versos 17 e 18 o autor explica o motivo da prisão, que foi a acusação contra Herodes e sua esposa que já tinha sido esposa do Irmão dele, ou seja ele acusou a vida adultera de Herodes e Herodias, e por falar a verdade como um verdadeiro profeta e confrontar o pecado, João foi preso.
Mas, por que Jesus saiu para a Galileia? O autor do Evangelho de João nos dá pistas do motivo. No capitulo 3 de João versículo 22 fica evidente que Jesus estava na Judeia, pois o autor diz: Depois disso foi Jesus para a Judéia com seus discípulos e ali batizava. Isso fez com que fosse levantada uma discussão entre um judeu e os discípulos de João sobre a purificação e então os seus discípulos falam de Jesus que estava fazendo mais seguidores que o próprio João. E a partir do versículo 27 João faz uma bela exposição, onde ele deixa claro que o seu trabalho estava completo. Pois ele veio preparar o cominho para o senhor Jesus, o qual era e é a luz do mundo; João apenas testemunhava dessa luz. Ele conclui no versículo com a celebre frase: importa que ele cresce e que eu me diminua.
Mas Jesus saiu da Judeia indo para a galileia por que não foi apenas João que ficou sabendo do crescimento ministerial de Jesus. Mas também os fariseus foram informados. E vemos isso no capitulo 4.
O que se concluí é que Jesus partiu para a Galileia porque ele tinha uma grande obra ainda por outros lugares, e frente a perseguição da parte das autoridades religiosas, ele sabia que ainda não era chegado a sua hora. Sendo assim, vemos que Jesus depois de algum tempo servindo na região da Judeia partiu para a Galileia.
(Ilustração com uma viagem no sermão)
Jesus foi para a Galileia: Pregando o evangelho de Deus- Da Judeia para a Galileia há
Pregando- o papel do Arauto, aquele que deveria levar uma mensagem de uma autoridade. É como um oficial de justiça. A mensagem que esse arauto estava
Evangelho De Deus- boas notícias que pertence a Deus e se origina nele.
Ilustrar com um produto comprado que é de alguém e que foi fabricado em outro lugar.
II. Chamando pecadores ao reino pelo arrependimento e fé
O tempo-
Vinha sido cumprido e permanece cumprido-
O reino de Deus-
Está próximo-
Arrependei-vos-
Crede-
No evangelho-
I. Chamando discípulos para seguirem após ele
2.4 Mensagem para a Época da Escrita
2.5 Mensagem para Hoje
2.6 Teologia do Texto
2.6.1Implicações para a Teologia Bíblica
2.6.2 Implicações para a Teologia Sistemática
2.6.3 Implicações para a Teologia Prática
Related Media
Related Sermons