Faithlife Sermons

CUIDE BEM DO QUE É SEU

Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 5 views
Notes & Transcripts

INTRODUÇÃO

Ler o texto de
Há um ditado que diz “Quem cuida sempre tem”, e isso é verdade. Há pessoas que conseguem ter suas coisas por longos anos enquanto outras não as podem possuir por mais de meses. Tudo está relacionado ao cuidado que se tem com aquilo que é seu.
Paulo está, provavelmente, preso em Roma enquanto escreve esta carta para os filipenses. Ele estava preocupado com alguns problemas que estava havendo naquela igreja.
O segredo disso está no cuidado. Muitos são os que recebem uma grande herança e “torram” tudo, vivendo dissolutamente. Outros
Tudo está relacionado ao cuidado que se tem com aquilo que é seu.
No versículo 12, o apóstolo Paulo, sabendo que, cedo ou tarde, haveria de morrer, escreve esta carta dizendo que era importante que eles operassem a sua salvação, ainda mais agora se ele partisse desta vida. Enquanto presente, eles agiam bem, mas ele temia que ao morrer os filipenses abandonassem o evangelho e que todo o esforço empregado por ele fosse em vão.
O texto aqui lido tem como mensagem central nos mostrar que temos necessidade de zelar pela nossa salvação. O termo principal é “operai” que tem o sentido de “completai” ou “desenvolvei”.
A salvação tem 3 tempos. No passado fomos salvos, no presente somos salvos e no futuro seremos salvos. Tudo isso envolve algumas condições, e Paulo deixa isto claro. Temos que zelar pela nossa salvação.
Meu propósito é que os irmãos entendam que precisamos disso. Mas, a pergunta que alguém pode estar se fazendo é: Como devemos zelar pela nossa salvação?
Por isso, Paulo nos dá 2 DIAS sobre como devemos zelar pela nossa salvação, porém antes, nos dá 1 ENSINAMENTO, e no fim nos mostra 1 CONSOLO.
Portanto, o ensinamento sobre a necessidade que temos de zelar pela nossa salvação é que a:
Ideia Exegética: Temos necessidade de zelar pela nossa salvação.
Propósito: Meu propósito é que os irmãos entendam que precisamos zelar pela nossa salvação.
Sentença de Transição: Como devemos zelar pela nossa salvação?
Proposição: O apóstolo Paulo nos dá 2 DICAS sobre como devemos zelar pela nossa salvação, porém antes, nos dá um ensinamento sobre isso e no fim um consolo.
Sentença de Transição: O ensinamento sobre o zêlo pela salvação é que a...

I. GRAÇA, É A CONDUTORA DO INÍCIO AO FIM - (V. 13)

Introdução
Sei o quanto é perigoso estar num carro com alguém que não sabe dirigir. Fui instrutor de trânsito durante 7 anos e posso afirmar isso com precisão.
Este não é o problema com a Graça divina. Ela nos conduz do início ao fim de nossa fé.
Exposição
Porque Deus opera em vós
Depois de exortá-los a completar a salvação, Paulo quer que eles entendam que é Deus quem torna isso possível.
tanto o querer como o efetuar
Deus não só realiza neles a capacidade de fazer como também o desejo de fazer.
segundo a sua boa vontade
Isto seria melhor traduzido como “por causa de sua boa vontade”. Deus não somente opera neles como também Ele deseja agir neles.
Ilustração
Assim como o ferro só passa a roupa se estiver ligado na tomada, da mesma maneira, o crente só é capaz de completar a salvação se estiver plugado no Senhor. Jesus disse: “como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim” ().
Sempre tem alguém que diz não conseguir se firmar. É preciso repensar se este, um dia, já foi, realmente salvo. É Deus quem trabalha no crente, não somente possibilitando-o agir, mas também, trabalhando neste no seu desejo, e isto, é por conta de sua vontade.
Aplicação
Não há desculpas. Não há como não ter forças. Deus te fortalece. Cedemos às nossas fraquezas quando não estamos em pleno contato com Ele.
Não há segredo. Deus quer te fortalecer nessa caminhada. Mas, é preciso estar nEle, estar em contato com Ele. Busque-o hoje!
Revisão
Vimos até aqui que temos necessidade de zelar pela nossa salvação. Paulo disse: “operai a vossa salvação”. Ele passou a ensinar aos cristãos filipenses que Deus trabalha neles, através de sua graça, possibilitando-os ao zêlo. Agora, ele passa a mostrá-los como zelar pela salvação alcançada. A primeira DICA que ele dá é:

II. NÃO SEJA UM ATIVISTA RESMUNGÃO E DEBATEDOR (V.14,15)

Exposição
fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas;
Isto é, em tudo que se faça, faça sem murmurações e contendas.
O termo grego traduzido por murmuração indica “fazer queixas secretamente”
O termo grego traduzido por contendas, significa “debate”. Isso indica rebeldia.
Motivo
para que sejais irrepreensíveis e sinceros
“para que sejais” seria melhor traduzido para “para que vos torneis”.
Ser irrepreensível é ser livre de censura.
O termo grego que foi traduzido por “sincero”, significa “puro”. Era usado pelos gregos para se referir ao vinho puro, sem água.
filhos de Deus inculpáveis
diz que Deus deu poder a todos quanto receberam a Jesus de serem feitos filhos de Deus. O cristão é, de fato, filho de Deus. Todavia, o evangelho exige muito mais de nós.
É preciso ser “inculpáveis”, isto é, sem mancha. Os animais para holocausto no AT deveriam ser sem mancha (), ou seja, sem defeitos físicos. Da mesma forma Paulo está dizendo que os filipenses não deveriam apresentar defeitos, eles precisavam ser imaculados, inocentes, sem culpas.
no meio duma geração corrompida e perversa
Os crentes precisavam possuir aquelas características vivendo entre pessoas corrompidas e perversas.
O léxico de Strong traduz “corrompida” como “deformado, curvo”. Deus criou o homem à sua imagem e semelhança, mas o pecado deformou o homem.
Ser perverso é ser mau, depravado, desviado. Eles viviam entre pessoas desviadas da verdade, entretanto deveriam apresentar-se como verdadeiros filhos de Deus sem mancha, não censuráveis, e puros, isto é, sem qualquer comunhão com o mundo.
entre a qual resplandeceis como astros no mundo
Paulo está dizendo que se os crentes vivessem desta maneira, eles brilhariam como estrelas no céu.
Ilustração
O pastor diz: “Hoje tem evangelismo a tal hora”. Vai se aproximando da hora e o pai diz para o filho - “Ei, você não vai ao evangelismo comigo?” - o filho, mesmo não querendo ir, mas sabendo que se não for o pai vai brigar, acaba indo. Mas, por conta disso, dentro de si, fica resmungando e reclamando. Qual a validade disso?
Ou, qual a validade de dobrar os joelhos porque todo mundo está dobrando, sendo que no íntimo você está chateado e, dentro de si, em pensamento, está descontente? É disso que Paulo está falando! Pessoas murmuradoras - resmungonas.
Pior que isso são os que fazem contendas. São rebeldes, debatedores. A liderança diz “é assim que vocês devem agir” e alguém diz “não obedeço a homens” e acaba entrando em debates inúteis.
Não é fácil ser como uma estrela que brilha no céu. A nossa carne quer a escuridão. Somos atraídos pelo pecado, mas Paulo nos exorta não sermos dignos de censura. Não há nada pior que um crente digno de censura - que compra e não paga, que mente para benefício próprio. Paulo diz que precisamos ser puros, isto é, não misturados. Jesus, como luz do mundo, viveu entre pecadores, mas jamais se misturou com eles. Você pode viver entre trevas, mas deve brilhar como a luz, ou, caso contrário, corre-se o risco de perder sua salvação.
Aplicação
Fique atento ao que pode ser impecílio à vontade de Deus para a sua vida. A salvação é algo sério. Porte-se dignamente entre os homens e "aquele que começou a boa obra a aperfeiçoará até ao Dia de Jesus Cristo” (1.6).
Revisão
A primeira DICA de Paulo sobre como zelar pela sua salvação está relacionado a não ser resmungão e debatedor. Mas isso não termina aqui, ele quer que saibamos mais sobre a necessidade que todo crente tem de zelar pela sua salvação. Sua segunda dica é:

III. PERSISTA, A CORRIDA NÃO CHEGOU AO FIM - (V. 16)

Introdução
Nos jogos olímpicos de verão de 1984, realizado em Los Angeles, a corredora suiça Gabrielle Andersen surpreendeu o mundo ao completar a sua prova com muita cãibra, levando mais de 5 minutos, até cair desacordada nos braços dos médicos sobre a linha de chegada.
Muitos no lugar dela teriam abandonado a prova, pois não consiguiriam um lugar no pódio. No entanto, Gabrielle sabia que a única forma de cruzar a linha de chegada era a persistência.
Paulo fala algo semelhante aos filipenses. Vejamos:
Exposição
retendo a palavra da vida
A NVI traduz estas palavras por “retendo firmemente”. O cristão precisa agarrar-se a palavra da vida, isto é, ao evangelho.
Motivo
para que no Dia de Cristo, possa gloriar-me de não ter corrido nem trabalhado em vão”.
o Dia de Cristo representa o dia da sua volta.
“possa gloriar-me de não ter corrido nem trabalhado em vão”.
Paulo queria ter de que se orgulhar quando Jesus voltasse. Ele queria se orgulhar dos filipenses, isto é, por eles conservarem a sua salvação.
“possa gloriar-me de não ter corrido nem trabalhado em vão”.
Caso os filipenses não conservassem a sua salvação, Paulo teria corrido e trabalhado em vão.
Ele usa aqui a figura do atleta. É possível que o atleta se esforce e trabalhe duro, e mesmo assim, não receba o prêmio.
Ilustração
Muitos dizem “o céu será um lugar de surpresa… Fulano que era santinho não está aqui, Cicrano, que era tão pecador, chegou”. Acho, sinceramente, que pensar assim é pecado, e, como diz o famoso hino “no céu não entra pecado”. Todavia, o inferno será. Veja, muitos dirão “Senhor, Senhor”, mas Jesus responderá “Não vos conheço”. Muitos são os que brincam pensando não haver possibilidade de queda da salvação.
Paulo é enfático - “quero me alegrar de ver vocês lá”, outra vez “espero não ter me esforçado em vão”.
A queda é uma possibilidade real.
Aplicação
Por isso Paulo nos dá o antídoto: “Agarrem-se ao evangelho”. Tomem cuidado! “Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia” (). “da graça tendes caído” (). “é impossível os que já uma vez foram iluminados […] sejam outra vez renovados para o arrependimento” ().
Revisão
Temos que zelar pela nossa salvação. Primeiro, não sendo resmungão e debatedor. Segundo, persistindo. Agora, Paulo consola os cristãos de Filipos dizendo-lhes que:
Corre

IV. O SALÁRIO NO FIM DO MÊS APAGA O SOFRIMENTO DOS DIAS TRABALHADOS - (V. 17,18)

Introdução
Já diria Seu Madruga “Não existe trabalho ruim, o ruim é ter que trabalhar”. Brincadeiras à parte, penso que o trabalho é uma bênção de Deus, o enfado é que é consequência do pecado. Todavia quando chega o dia de receber, todo o enfado é jogado no mar do esquecimento.
Paulo passa a mostrar que o esforço dos filipenses é motivo de alegria, pois no final, o salário terá valido a pena.
Exposição
E, ainda que seja oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé
E, ainda que seja oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé
Paulo tinha a morte como uma possibilidade. Talvez ele até não morresse naquele momento, como não morreu, mas ele sabia, que cedo ou tarde, isso aconteceria.
Ele usa a figura de um ritual judaico - a libação. Esta era uma oferta de bebida, geralmente vinho, derramado sobre um sacrifício.
“sacrifício e serviço da vossa fé” está relacionado com “operai a salvação”. Todo esse processo de renúncia do “eu” deve ser ofertado alegremente ao Senhor.
Portanto, o que o apóstolo Paulo estava falando é que ele, a qualquer momento, seria morto, seu sangue seria derramado como libação em cima da oferta que os filipenses ofereciam ao Senhor.
Resultado
folgo e me regozijo com todos vós”.
Por isso Paulo se alegrava.
Dever dos filipenses
E vós também regozijai-vos e alegrai-vos comigo por isto mesmo”.
Ainda que Paulo morresse, os filipenses tinham do que se orgulhar, caso eles operassem a sua salvação, pois o trabalho dele não foi em vão.
Ilustração
Ilustração
Aplicação
Como às vezes é difícil cumprir a missão que temos. Negar a nós mesmos é uma tarefa árdua, porém valiosa. Tudo o que fazemos para Deus deve ser feito com alegria. No fim, tudo terá valido a pena.
Aplicação
Não desanime agora, Jesus está mais perto de nós agora do que quando nos entregamos a Ele. Continue a sua caminhada, ofereça-te a Deus e Ele te recompensará.

CONCLUSÃO

Completar a salvação, cuidar da salvação, zelar por ela é dever de cada crente. Lembre-se: Deus torna essa tarefa possível, mas o homem também tem o seu dever, e este é: Não esteja entre os resmungões e debatedores, persista na fé firmando-se na sua Palavra e console-se sabendo que no final terá valido a pena serví-lo fielmente.
Related Media
Related Sermons