Faithlife Sermons

A HISTÓRIA POR TRÁS DA HISTÓRIA DO NATAL

Pacto da Graça  •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 8 views
Notes & Transcripts

INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO

Guerra e paz: a história da humanidade;

O INÍCIO DA PAZ

Gênesis 2.15–25 RA
15 Tomou, pois, o Senhor Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar. 16 E o Senhor Deus lhe deu esta ordem: De toda árvore do jardim comerás livremente, 17 mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás. 18 Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea. 19 Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todos os animais do campo e todas as aves dos céus, trouxe-os ao homem, para ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a todos os seres viventes, esse seria o nome deles. 20 Deu nome o homem a todos os animais domésticos, às aves dos céus e a todos os animais selváticos; para o homem, todavia, não se achava uma auxiliadora que lhe fosse idônea. 21 Então, o Senhor Deus fez cair pesado sono sobre o homem, e este adormeceu; tomou uma das suas costelas e fechou o lugar com carne. 22 E a costela que o Senhor Deus tomara ao homem, transformou-a numa mulher e lha trouxe. 23 E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne; chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada. 24 Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne. 25 Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus e não se envergonhavam.
Havia paz… nao havia guerra… não havia pecado;
Até que o mal entrou no meio da humanidade

O INÍCIO DA GUERRA

Gênesis 3.1–7 RA
1 Mas a serpente, mais sagaz que todos os animais selváticos que o Senhor Deus tinha feito, disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? 2 Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, 3 mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais. 4 Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis. 5 Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal. 6 Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu. 7 Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si.
Onde há pecado, há tristeza e possibilidade de tragédia;

O INÍCIO DA MORTE

A primeira consequência está em
Gn 4.
Gênesis 4.8–12 RA
8 Disse Caim a Abel, seu irmão: Vamos ao campo. Estando eles no campo, sucedeu que se levantou Caim contra Abel, seu irmão, e o matou. 9 Disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? Ele respondeu: Não sei; acaso, sou eu tutor de meu irmão? 10 E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão clama da terra a mim. 11 És agora, pois, maldito por sobre a terra, cuja boca se abriu para receber de tuas mãos o sangue de teu irmão. 12 Quando lavrares o solo, não te dará ele a sua força; serás fugitivo e errante pela terra.
MAS DEUS não criou o homem para o sofrimento...
Promessa da paz, fruto da graça.

A PROMESSA DO RETORNO DA PAZ

Gênesis 3.15 RA
15 Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
Essa promessa foi refeita ao longo de todo o Antigo Testamento;
O descendente da mulher viria pra destruir o que a serpente começou;
Enquanto estivéssemos em guerra.... guerra uns com os outros, guerra contra Deus, Deus faria ocm que o descendente da mulher nascesse para nos libertar do sofrimento da guerra dentro e fora de nós;
Deus fez isso por meio de um pacto, chamado de Pacto da Graça
O Pacto da Graça é a história por trás da história do natal

A PROMESSA REAFIRMADA PELOS PROFETAS

Isaías 9.6 RA
6 Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;
A promessa do menino (descendente da mulher) assegurou a esperança no coração dos israelitas por milênios;
Até que um anjo apareceu a Maria;

O NASCIMENTO DO DESCENDENTE DE EVA

Lucas 1.26–38 RA
26 No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27 a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria. 28 E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. 29 Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação. 30 Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. 31 Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. 32 Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33 ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim. 34 Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? 35 Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus. 36 E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril. 37 Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas. 38 Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. E o anjo se ausentou dela.
Nasceu o descendente de eva
A desobediencia da primeira mulher trouxe tristeza e morte à humanidade;
A obedicência da segunda mulher trouxe esperança e salvação a todos;
Duas mulheres simbolizando nossas vidas, nossas escolhas e suas consequencias;

O FIM DA ESCRAVATURA

Lucas 1.39–45 RA
39 Naqueles dias, dispondo-se Maria, foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá, 40 entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel. 41 Ouvindo esta a saudação de Maria, a criança lhe estremeceu no ventre; então, Isabel ficou possuída do Espírito Santo. 42 E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre! 43 E de onde me provém que me venha visitar a mãe do meu Senhor? 44 Pois, logo que me chegou aos ouvidos a voz da tua saudação, a criança estremeceu de alegria dentro de mim. 45 Bem-aventurada a que creu, porque serão cumpridas as palavras que lhe foram ditas da parte do Senhor.
Quando Maria visita Isabel e lhe abraça, este é o abraço do fim da escravidão, do fim da guerra, do fim de todo sofrimento;

CONCLUSÃO

Como em todo Pacto, toda Aliança, Testamento, sempre há duas partes contratantes...
Deus e nós...
A morte de alguém...
A herança recebida...
No Pacto da Graça, Deus demonstra que, desde o início da humanidade, vem procurando nos trazer a paz.
Deus e os anjos nos céus aguardaram muito tempo para cantar estas palavas:
Lucas 2.13–14 RA
13 E, subitamente, apareceu com o anjo uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo: 14 Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.
Paz na terra entre os homens;
Deus quer te dar a paz!
É por isso que o descendente da mulher nasceu;
Ele precisa nascer e reinar em vc pra que vc tenha paz!
Related Media
Related Sermons