Faithlife Sermons

DEUS SABE DIZER NÃO

Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 1 view
Notes
Transcript

Introdução

Boa noite meus irmãos, a graça e a paz do nosso Senhor estejam com todos em nome de Jesus!
Meus irmãos, abramos a nossa bíblia em 2Cor 12.7-10, e permaneça com ela aberta nesse texto.
A Arma de Deus:
Enquanto os irmãos abrem a bíblia em II corintios 12.7-10, rapidamente, recordaremos que Deus nos disse na semana passada que nós seres humanos, temos uma arma poderosíssima, essa arma que Deus nos Deus, é a única coisa capaz de obrigar Deus a fazer alguma coisa, que é nos ouvir, Deus pela sua soberania determinou que toda vez que nós orássemos a Ele, Ele nos ouviria, Isso porque a oração interessa a Deus, a oração faz com que o Deus que já está perto de nós, trabalhe em nosso favor e glória ao nosso Bom Deus por isso!
Prometeu responder com Condições:
Vimos também que Deus ouve todas as nossas orações, mas não responde todas, em contrapartida ele nos prometeu que se nos estivermos em Jesus, e os mandamentos de Jesus estiver em nosso corações, tudo que pedirmos, Deus nos dará.
Isso porque quando estamos com Jesus e seu mandamentos está em nós, nosso coração é transformado de tal maneira que nós deixamos de desejar o nosso bem e desejamos o bem do nosso próximo, e quando fazemos isso nós estamos sendo como Jesus.
Não posso orar em meu favor?
Pois bem meus irmãos, mas isso significa então que eu não posso querer o meu bem? É errado eu orar por coisas que só diz respeito a mim mesmo? Eu só posso orar pelo meu próximo?
Não meus irmãos! Nós precisamos entender que Deus pode atender qualquer um dos nossos pedidos, por aquilo que nós somos ou por compaixão mas nunca pelo que nós podemos dar.
Pois bem, Todos com suas bíblias abertas, leiamos o que diz o texto sagrado de 2Cor 12.7-10
2Coríntios 12.7–10 NVI
7 Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar. 8 Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim. 9 Mas ele me disse: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. 10 Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.
Nossa dificuldade de dizer NÃO!
Os irmãos já repararam como nós temos dificuldade de dizer não?
Obviamente alguns tem mais facilidade de dizer não do que outras pessoas, eu por exemplo, em algumas situações eu tenho muita dificuldade de dizer não.
Os irmãos já repararam que em algumas situações nós inventamos todo tipo de desculpa só para não dizer não?
Alguma vez você já disse não a um morador de rua? (ou você inventou uma desculpa? falou que não tinha dinheiro, falou que dava outro dia?)
Alguma vez alguém já te chamou para ir numa festinha e você só disse que não? -Não, não quero ir. (ou você arrumou um compromisso para não ter que ir?)
Isso é cultural do brasileiro:
Todo mundo tem em algum grau, dificuldade de dizer não, isso é cultural de nós brasileiros, do mineiro então nem se diga, tem horas que alguém nos pede algum favor, se nós não conseguimos fazer a gente pede desculpa para a pessoa, porque nós não queremos desagradar ninguém, nós temos medo que aquela pessoa fique chateada com a gente, por isso nós vivemos dando desculpas para as pessoas para não sermos diretas e dizer não:
Quando nos despedimos de alguém:
Nós somos tão preocupados em agradar as pessoas, que nós oferecemos coisas as pessoas que nós não queremos que ela aceite, quer ver que eu não to mentindo?
Quando nós encontramos com alguém na rua, alguém que já tem algum tempo que a gente não vê, é assim que acontece:
“O fulano, foi bom te ver, nossa, eu estava com saudade, depois passa lá em casa! Pra tomar um café...”
Se por um acaso, passa duas horas sua campainha toca, essa pessoa que você viu hoje está na porta da sua casa para tomar café, quantos aqui vão atender a porta pensando assim: “A não, o que que o fulano ta querendo, to cheio de coisa para fazer”.
Irmãos nós somos tão preocupados em agradar as pessoas que quando nós fazemos esse convite para alguém, o que a pessoa responde?
“Vou sim! Pode deixar, Depois passa lá na minha casa também”. Mas ela não vai.
Pior, ela não vai não é só porque ela não quer ir, mas porque ela sabe que você convidou, mas não queria que você fosse, e você convidou de volta sabendo que ela diria que iria, mas não vai, os dois sabem que ta todo mundo mentindo ali, mas ninguém se importa, porque isso é uma forma que nós encontramos para sermos simpáticos com os outros, porque nós queremos agradar a todo mundo e não sabemos dizer não.
Voltando para pergunta:
Voltando para nossa pergunta, se seria errado pedir em nossas orações pedir coisas pessoais a Deus a Resposta é NÃO!, não é, mas nós temos que estar cientes que diferente de nós, Deus não está nem um pouquinho preocupado em te agradar, e outra, Deus não tem dificuldade nenhuma de dizer NÃO.
Deus é especialista em dizer não!:
Pelo contrário, Deus é especialista em dizer não, porque no vocabulário de Deus, na forma soberana de Deus conduzir todas a nossa existência muitas vezes Ele disse não:
Deus disse a Adão: NÃO comerá deste fruto;
Deus disse a Moisés: NÃO entrará nesta terra:
Deus disse a Davi: NÃO vai construir o templo e NÃO vai apartar da sua casa a espada;
Deus disse a Jesus: NÃO afastarei de você esse cálice;
E Deus disse a Paulo: NÃO vou tirar o seu espinho na carne!
Vamos ler o versículo 7 mais uma vez, porque cada um versículo vai nos explicar porque Deus nos diz não: 2Cor 12.7-8
2Coríntios 12.7–8 (NVI)
7 Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar, a fim de que eu não me ensoberbecesse .

PRIMEIRO MOTIVO DE DEUS DIZER NÃO:

O primeiro motivo de Deus nos dizer não, é para que nós não sejamos soberbos.
O texto sagrado nos fala que Deus deu grandes revelações a Paulo, revelações tão grandes, tão poderosas, que junto com as revelações Deus também colocou um espinho na carne de Paulo para não permitir que Paulo se achasse bom demais por saber daquelas coisas que Deus havia revelado a Paulo.
O que era esse espinho?
Durante toda a história da igreja, as pessoas especulam o que poderia ser esse espinho na carne de Paulo, e tem teoria pra dar e vender, mas ninguém sabe o que é, o que se sabe é que era algo pessoal, algo íntimo de Paulo, que ele não quis dizer.
Provavelmente se tratava realmente de um forte incomodo físico ou uma doença, mas nós não saber o que é, mas sabemos que ele existe.
E é esse espinho que Paulo ta pedindo para que Deus tire, porque como o texto diz, esse espinho ta doendo, esbofeteia paulo, agride ele, ta fazendo ele lembrar da sua miséria, da sua podridão e ele chega a qualificar esse espinho como mensageiro de satanás:
É satanás mandando lembrete, satanás mandando perturbar ou incomodar.
O objetivo do espinho
Mas o versículo 7 diz que é muito claro que esse espinho tem o propósito de evitar a auto-exaltação, Deus não quer auto-exaltação, Deus quer auto-esvaziamo, é isso que a bíblia nos diz, Então Deus está dizendo um NÃO para esse homem:
Paulo está dizendo: “Se eu posso tirar um coisa boa disse é que eu não poderei me ensoberbecer por conta das grandezas das revelações que Deus tem me dado, para que não haja soberba, Deus está me dando um NÃO!”.

O QUE ACONTECE COM QUEM SÓ OUVE SIM

Vocês já devem ter visto várias vezes, o que acontece com uma criança que só ouve sim, com um adolescente que só ouve sim, com um jovem que só ouve sim.
A criança que só ouve sim, se transforma num adolescente que só ouve sim, que se transforma num jovem que só ouve sim, 100% de chance de dar errado.
O ser humano que não passa pelo não, que só ouve o sim, torna-se um ser humano sem limite, torna- se um ser humano sem a capacidade de entender que existe vida fora do próprio umbigo, que o mundo não gira em torno de sí.
Então a criança que só ouve sim vira um sujeito ou um adulto ou uma menina MIMADO.
O SEGREDO DE UMA EDUCAÇÃO DESASTROSA É SÓ DIZER SIM E NÃO IMPOR LIMITES.
Agora, se nos concordamos que um pai que cria uma criança sem impor limites, sem impor condições, é só sim, toma, toma, coma, sim! sim!
Se todos nós concordamos que esse é um cenário do caos, que essa criança vai ser alguém arrogante quando crescer, é só a gente aplicar o mesmo raciocício que em Cristo nós ganhamos o direito de sermos filhos de Deus.
Então Jesus nos ensinou a chamar Deus de Pai, nosso pai.
E se isso que eu to falando faz sentido no seu coração e se somos filhos do pai nosso que estais nos Céus, igualmente se Deus só disser sim para nós, se Deus não estabelecer limite pra nós, se ele dar tudo que a gente quer, SIM! TOMA! É ISSO QUE VOCÊ QUER? TOMA!
Nós seremos filhos mimamos.
Se Deus não respondesse não
Então Deus diz não aos seus filhos para que nós não sejamos mimados e para que conheçamos os limites impostos pelo próprio Deus.
Louvado seja Deus, porque Ele diz não a alguns dos nossos pedidos, ao contrário seriamos mimados, infantis na espiritualidade e não teríamos a exata compreensão de quem é Deus:
DEUS NÃO É UM CAIXA ELETRÔNICO, DEUS NÃO É UM PAPAI NOEL, DEUS NÃO É UM GÊNIO DA LÂMPADA, DEUS É O SOBERANO QUE GOVERNA TODAS AS COISAS E SABE O QUE É BOM PARA NÓS E O QUE É BOM PARA NÓS.
E não somente sabe o que é bom e o que não é bom, mas também sabe o que não é bom e o que não será bom para nós.

SEGUNDO MOTIVO: PARA NOS FAZER AVANÇAR NUM PROCESSO DE MATURIDADE ESPIRITUAL

2Coríntios 12.8 NVI
8 Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim.
E ai nós vamos ver nos versos seguinte que depois da terceira vez, Deus responde ao apóstolo, mas a pergunta que fica no ar é: PORQUE DEUS NÃO RESPONDEU NA PRIMEIRA VEZ?
Será que Deus ainda tava pensando? Será que Deus enquanto Paulo orou a primeira vez Deus estava assim: Uai, Paulo me pediu pra tirar esse espinho na carne, e agora? Eu tiro ou não tiro?
Ai Paulo pede uma segunda vez: Deus tira esse espinho, Ai Deus ainda tá lá, é agora o que é que eu faço? vem aqui Miguel, vamos tirar par ou ímpar, se eu ganhar eu tira, se eu perder eu não tiro.
Alguém imagina esse Deus? Tiro ou não tiro? Se ele orar a terceira vez eu tiro.
É claro que Deus já sabia, no Salmos 136 fala que antes que se forme palavras em nossas bocas Deus já sabe o que vamos dizer, então Deus já sabia
Deus já sabia o propósito Dele
Deus Já sabia o propósito Dele, Então se Deus já sabia, se Deus não se atrasa, se Deus não se confunde, que Deus já sabia da oração de Paulo antes de ele fazê-lo, que Deus tinha propósito naquela dor, porque que Ele não responde depois da primeira oração?
Então Paulo está lá com o espinho na carne, e ele se ajoelha e ele diz: Senhor tira esse espinho de mim! Pronto, uma vez, Deus não é surdo, se faz de desentendido e Deus não tem dificuldade de dizer não.
Paulo ora uma vez, Deus não responde, ora a segunda, Deus já tem a resposta mas não dá, ai ele pede uma terceira vez, ai ele dá uma resposta.
Só que entre o pedido número 1 que Deus tem a resposta mas não dá, e o pedido numero 3, que Deus tem a resposta e dá, esse período que sai do um, passa pelo dois e chega no três, nós chamamos de:
PROCESSO DE AMADURECIMENTO, NÓS CHAMAMOS DE CAMINHOS DA MATURIDADE
Deus diz não muitas vezes para nos fazer avançar em processos da vida, se todas as respostas de Deus forem IMEDIATAS, eu e você, vamos passar a enxergar Deus como um subalterno nosso, Deus está dizendo: Eu não faço as coisas na hora que você quer.
Então as vezes sob a nossa lógica Deus demora, mas Deus está interessado num processo de maturidade, de amadurecimento, ELE poderia ter respondido Paulo na primeira oportunidade, mas Ele espera quantas?
Se você não sabe o porque ficar esperando vai te fazer amadurecer é só você ler Romanos 5.3-4
Romanos 5.3–4 BEARA
3 E não somente isto, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; 4 e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança.
A perseverança na tribulação produz experiência, o que é essa experiência? Maturidade.
Deus nos transformaria em servos mimados, infantis se sempre nos respondesse na hora, quando a gente quer.
Então Deus sabe a resposta que tem que nos dar e quando tem que nos dar.

TERCEIRO MOTIVO: PARA ENTENDERMOS A NECESSIDADE DE VIVER NA DEPENDÊNCIA DELE

2Coríntios 12.9 BEARA
9 Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo.
Deus vira para Paulo e fala assim: Paulo Minha graça te basta! Minha graça é suficiente para você, Tirar esse espinho com a ausência da minha graça, não vai te fazer bem.
Qualquer pedido que eu atenda, que retire de você o potencial da minha graça, não vai funcionar, então a minha graça te basta, você precisa ter o entendimento de que a minha graça é a suficiência da sua vida.
Sua vida não é regida pelo mundo (minha graça)
Sua vida não é regida por uma doença num papel de diagnóstico (minha graça)
Nem pelo seu extrato no banco, nem pelo espinho que está te incomodando, a sua vida não é regida pelas coisas aparentes Paulo, a sua vida é regida pela minha graça, a minha graça te basta.
O PLANO DE DEUS PARA NÓS
Tem outra coisa Paulo, a pessoa que Eu quero que você se torne, a vida que Eu quero que você tenha: UMA VIDA COM SENTIDO, UMA VIDA MERGULHADA NO MEU PODER, DE CRESCIMENTO ESPIRITUAL, UMA VIDA CHEIA, QUE EXTRAVASA DO ESPIRITO SANTO.
Essa vida que eu quero que você tenha: Ela se aperfeiçoa nos seus pontos fracos, naquilo que você é bom, pode ser que você passe a acreditar que você não precisa de mim.
Suponhamos que você é bom com os números, ótimo em matemática, você tem uma capacidade incrível com os números e você usa isso a seu favor, e você é tão bom nisso, mas tão bom nisso, que chega uma hora que você confia tanto que você é bom que chega uma hora que você para de consultar o Senhor, porque você é bom nisso, E É NESSE MOMENTO QUE POR CAUSA DA SUA FORÇA E DA SUA EXTREMA CAPACIDADE, faz com que você deixe de enxergar a graça como suficiente, é muito bom com números, uma hora o castelo desmorona, cai, errou, não foi falta de capacidade, foi porque é muito bom no negócio e se esquece da dependência de Deus.
E onde eu disse números, aplique em qualquer coisa da sua vida, você pode ser bom com argumento, você pode ser bom com persuasão, você pode ser bom par ensinar, você pode ser bom com uma atividade física, você pode ser um bom marido, uma boa mãe.
Você pode ser bom com qualquer coisa, se você vai na sua lógica que você é bom, chega uma hora que você é tão bom que você vai no automático e esquece da dependência de Deus, o castelo desmorona.
Porque que Deus diz não a alguma das nossas orações? Para que não percamos a noção da nossa dependência dele. Nós somos totalmente dependentes do SENHOR e a graça dele precisa nos bastar.

MOTIVO QUARTO: PARA APRIMORAR NOSSA RELAÇÃO COM A DOR

Agora é Paulo dizendo: Vamos repetir a palavra prazer, porque Paulo vai colocando vírgula para separar os substantivos e nos perdemos a noção do todo:
2Coríntios 12.10 BEARA
10 Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte.
Tem duas possibilidades aqui meus irmãos: Ou Paulo é louco e mentiroso, ou Paulo aprendeu o que é viver na dependência de Deus.
Um homem pra sentir prazer nas fraquezas, prazer nas injurias, prazer na dor, só é existem duas opções:
É LOUCO É MENTIROSO, É LUNÁTICO, TEM PROBLEMA MENTAL, ME FAZ SOFRER AQUI PORQUE EU TENHO PRAZER NISSO, A ALEGRIA DA MINHA VIDA É SER INJURIADO, É LOUCO! MALUCO, TEM PROBLEMA DE CABEÇA, LOUCO.
ESSE HOMEM APRENDEU O QUE É VIVER NA DEPENDÊNCIA DE DEUS. Esse homem aprendeu que a graça de Deus é suficiente, esse homem aprendeu que o lugar mais seguro do mundo é o centro da vontade de Deus, esse homem percebeu que o mundo tem um guarda que não dorme e que esse guarda é Deus.
São duas opções, ou ele é louco, ou ele aprendeu a viver debaixo da dependência em Deus.
99% não é confiança
Entendam uma coisa meus irmãos: 99,9% de confiança na soberania de Deus, significa DESCONFIANÇA.
Confiança ou é 100% ou não é confiança, se alguém fala, eu confia no meu marido ou na minha esposa 98%, tem 2% que a gente dorme com o olho aberto, deixa eu te dar uma notícia, você desconfia no seu marido ou desconfia da sua esposa.
Confiança ou é 100% ou é desconfiança. Então, ou nós confiamos que Deus está no controle de TODAS AS COISAS, NÃO É DE ALGUMAS COISAS OU DA MAIORIA DAS COISAS, NÃO É DE QUASE TODAS AS COISAS É DE TODAS AS COISAS!
Então ou nós acreditamos que DEUS ESTÁ NO CONTROLE DE TODAS AS COISAS e as vezes nós oramos, oramos, oramos e Ele diz NÃO e entende que isso é o melhor para nós ou a gente desconfia de Deus.
A gente vem pra igreja coloca a bíblia debaixo do braço, nesse mundo doido é melhor criar as crianças na igreja mesmo, vamo por uma roupa, vamo cantar, mas é jogo de faz de conta, NO FINAL, NO FINAL, NO FINAL DAS CONTAS, QUANDO DEUS NÃO DIZ SIM, ELE NÃO SABE O QUE TA FAZENDO.
Deixa eu lembrar uma coisa para você, Deus sempre sabe o que ta fazendo, Ele sabe o que ta fazendo, e ou nos confiamos 100% nele, ou desconfiamos nele.

CONCLUSÃO

Então para terminar, olha o que Paulo está dizendo: Eu sinto prazer nessas coisas porque eu aprendi algo nesse período que eu orei a Deus, olha o que eu aprendi, no final do verso 10: PORQUE , QUANDO SOU FRACO, ENTÃO, É QUE SOU FORTE.
Quando estou e sou fraco, ali é minha grande força, quando não me resta outra opção sem ser dobrar meus joelhos, reconhecer minha pequenez, meu andar errante, reconhecer a imundícia desse mundo, nesse momento de aparente fraqueza, é o momento de maior força, porque é quando o poder de Deus opera na minha vida.
A Luiz, falar é facil, você não sabe como a minha vida está.... Meu irmão, é nesse momento que Deus manifesta o seu poder e a graça Dele te basta, é nesse momento que Deus quer mostrar a sua força, mas para que isso aconteça, você precisa mostrar sua fraqueza.
Que em nome de Jesus, que nós também aprendamos a viver 100% na dependência de Deus.
Related Media
Related Sermons