Faithlife Sermons

Louvor Universal ao Deus Criador

LOUVOR  •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 4 views
Notes
Transcript
ESTRUTURA HOMILÉTICA DO TEXTO
Irei introduzir o sermão apontando para sua estrutura.
O Salmo se divide em 3 (três) partes:
vv 1-6 (Louvor das criaturas celestes)
vv 7-10 (Louvor das criaturas terrenas)
vv 11-14 (Louvor da humanidade)
Autoria: Desconhecida
Ocasião:

1. Céus louvem ao Senhor. 1-6.

Nos vvs 1-6 o salmista convoca as criaturas celestes a louvarem YHWH.

(V.1) ALELUIA!/LOUVAI AO SENHOR

O salmista inicia o texto com a interjeição “Aleluia!” e já aponta o tom de todo o Salmo.
Aleluia (no hebraico, hallelu, “louvor” e yâh, abreviação de Yahweh, “louvor a Yahweh”)
Louvai ao Senhor - O salmista repete a ordem e convoca, de forma solene, todo o cosmos a louvar YHWH!
Aplicação - Deus quer/exige ser louvado por sua criação! O louvor a Deus é um dever da criação e não uma opção!

(V.2) TODOS OS ANJOS/TODAS AS SUAS LEGIÕES CELESTES

O coro angelical, sem dúvidas, é uma das mais belas e perfeitas expressões de louvor relatada nas escrituras.
Breve análise do louvor angelical de Is 6.2-3Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas: com duas cobria o rosto, com duas cobria os seus pés e com duas voava. E clamavam (chamar/nomear) uns para os outros, dizendo: Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória.
Obs: Louvor Teocêntrico que traz em evidência os atributos de Deus (Santo) e suas obras perfeitas (Toda terra está cheia da sua glória).
Breve análise do paralelo em Ap 4.8 “E os quatro seres viventes, tendo cada um deles, respectivamente, seis asas, estão cheios de olhos, ao redor e por dentro; não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando (dizer/falar): Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir.”
Obs: Um louvor incessante e ininterrupto (Não tem descanso , nem de dia nem de noite).
Breve análise do coral de Lc 2.13-14 “E, subitamente, apareceu com o anjo uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.”
Obs: O louvor angelical é corporativo. Não há, entre os anjos, uma boca em silêncio diante do Deus Eterno. Todos, sem exceção, louvam o Ser Criador.
Aplicação - Temos muito a aprender com o louvor angelical. Louvor Bíblico x Louvor gospel/moderno.

(V.3-4) SOL E LUA/TODAS AS ESTRELAS LUZENTES/CÉU DOS CÉUS/ÁGUAS QUE ESTÃO ACIMA DO FIRMAMENTO

O salmista também convoca os seres inanimados para participar do Louvor Universal, o que demonstra que a ideia de louvor para YHWH é muito mais profunda do que simplesmente cantar com os lábios, tendo em vista que não há fôlego de vida nestes seres (Sl 150.6).
Se louvar é mais do que cantar, qual seria a ideia de YHWH para o louvor?
Vejamos:
Sl 148.6 “E os estabeleceu para todo o sempre; fixou-lhes uma ordem que não passará.”
Sl 103.20-22Bendizei (abençoar/louvar) ao Senhor, todos os seus anjos, valorosos em poder, que executais as suas ordens e lhe obedeceis à palavra. Bendizei ao Senhor, todos os seus exércitos, vós, ministros seus, que fazeis a sua vontade. Bendizei ao Senhor, vós, todas as suas obras, em todos os lugares do seu domínio. Bendize, ó minha alma, ao Senhor.”
Obs: Aqui vemos um importante paralelismo entre os salmos 148.6 e 103.20-22. Os seres criados por YHWH devem louvá-lo muito mais do que com os lábios, mas cumprindo a ordem criacional, ou seja, executando o objetivo de sua existência em obediência a ordem de Deus!
Vejamos alguns textos que ratificam essa tese:
Mt 15.7-11 “Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. E, tendo convocado a multidão, lhes disse: Ouvi e entendei: não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem.
Sl 33.9 “Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo passou a existir.”
Gn 1.17 “E os colocou no firmamento dos céus para alumiarem a terra,”
Comentários do Antigo Testamento: Salmos (1. O Louvor de Deus nos Céus (vs. 1–6)) Allan Harman, Salmos, trans. Valter Graciano Martins, 1a edição., Comentários do Antigo Testamento (São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã, 2011), 475.
A motivação para o louvor é o modo decisivo como foram criados. Deus “falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo surgiu” (Sl 33.9). Ele trouxe todas as coisas à existência, e as pôs em seu lugar (o mesmo verbo é usado aqui em hebraico como em Gn 1.17).
Aplicação - Não adianta utilizar os lábios para honrar/louvar ao senhor, se o seu coração é rebelde diante de Sua Ordem, se não há o cumprimento, em obediência, aos mandamentos eternos do Criador!

(V 5-6) O MOTIVO PELO QUAL OS SERES CELESTES DEVEM LOUVAR A YHWH

Louvar a YHWH por quem Ele é (Louvem o nome do Senhor)

Um dos principais motivos para louvar YHWH é o fato dEle ser Deus! Não existe motivo mais pronfudo do que esse: louvá-Lo por quem Ele É! Perceba a solenidade que há no v. 5 “Louvem o nome do Senhor”!
Há um sonoro louvem o nome do SENHOR, pois mandou ele, e foram criados. O louvor mais elevado a Deus é declarar o que Ele é. E para isso “nada podemos inventar que possa magnificar o Senhor. Nunca podemos exaltá-lo melhor do que ao repetir o Seu nome ou descrever o Seu caráter”. O Senhor deve ser exaltado como Criador de todas as coisas que existem e por fazê-lo pelo simples empregar de Sua Palavra. Ele criou por um comando. Bem pode Ele esperar que o louvem aqueles que devem a Ele sua existência.
Vejamos o seguinte texto:
1Cr 29.10- 13 “Pelo que Davi louvou ao Senhor perante a congregação toda e disse: Bendito és tu, Senhor, Deus de Israel, nosso pai, de eternidade em eternidade. Teu, Senhor, é o poder, a grandeza, a honra, a vitória e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra; teu, Senhor, é o reino, e tu te exaltaste por chefe sobre todos. Riquezas e glória vêm de ti, tu dominas sobre tudo, na tua mão há força e poder; contigo está o engrandecer e a tudo dar força. Agora, pois, ó nosso Deus, graças te damos e louvamos o teu glorioso nome.”

Louvar a YHWH por suas maravilhosas obras (pois mandou ele, e foram criados)

‌· Deus é Criador, isso por si só já é razão para receber louvor.
A doutrina da criação logicamente exige adoração e, portanto, como a árvore é conhecida por seu fruto, e assim prova ser verdadeira. Aqueles que foram criados por comando estão sob o comando de adorar o seu Criador. A voz que disse: “Faça-se”, agora diz: “Louvem”. —C. H. SPURGEON
2. Mantém/sustenta todas coisas debaixo do seu governo(autoridade)
PROVIÊNCIA DE DEUS É RAZÃO PARA LOUVÁ-LO. OBSERVEMOS O QUE DIZ:
Símbolos de Fé: Confissão de Fé, Catecismo Maior e Breve Catecismo (Capítulo V: Da Providência)
I. Pela sua mui sábia providência, segundo a sua infalível presciência e o livre e imutável conselho de sua própria vontade, Deus, o grande Criador de todas as coisas, para o louvor da glória de sua sabedoria, poder, justiça, bondade e misericórdia, sustenta, dirige, dispõe e governa todas as criaturas, todas as ações delas e todas as coisas, desde a maior até a menor.
Vejamos o Seguinte texto:
Ap 15.3-4 “e entoavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e admiráveis são as tuas obras, Senhor Deus, Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei das nações! Quem não temerá e não glorificará o teu nome, ó Senhor? Pois só tu és santo; por isso, todas as nações virão e adorarão diante de ti, porque os teus atos de justiça se fizeram manifestos.”

2. Terra Louve ao Senhor!

Nos vvs 7-12 o salmista convoca as criaturas terrenas a louvarem YHWH.

(V 7) Louvai ao Senhor da terra

Os princípios de Louvor aplicados aos seres celestes também se estendem aos seres terrestres.
Perceba a solenidade do V.7 “Louvai ao Senhor da Terra”. Existe uma convocação dirigida aos habitantes da terra para louvarem ao Dono de todo o mundo!
Vejamos os seguintes textos:
Sl 24.1 “Ao Senhor pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam.”
Ex 19.5 “Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então, sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha;”
Dt 10.14 “Eis que os céus e os céus dos céus são do Senhor, teu Deus, a terra e tudo o que nela há.”
Obs: A Terra tem um dono e Ele é digno de ser louvado!
"Não há um único centímetro quadrado, em todos os domínios de nossa existência, sobre os quais Cristo, que é soberano sobre tudo, não clame: É meu!"
Abraham Kuyper

(V 7-10) ORDEM AS CRIATURAS TERRESTES

paralelo com Gn 1 em concordancia com a ordem dada no v. 6.
Comentários do Antigo Testamento: Salmos 2. O Louvo de Deus na Terra (vs. 7–12)

Em geral, estes versículos seguem a ordem da criação em Gênesis 1, chegando a um clímax com as referências ao gênero humano. Tudo na terra – vegetal, animal e humano – deve unir-se ao coro de louvor. Justamente como Deus ordenara e tudo veio à existência (v. 5), assim sua “palavra” (NIV “ordenança”) controla as operações da natureza.

2. Desfecho da criação em Gn 1.31 em paralelo a ordem de louvor no salmo 148.
“Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. Houve tarde e manhã, o sexto dia.”
YHWH recebe o louvor da sua criação em Gn1 na medida em sua criação cumpre os objetivos para aos quais foram criados.
Vejamos o seguinte texto:
Ef 1.4-12 “assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da glória de sua graça, que ele nos concedeu gratuitamente no Amado, no qual temos a redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo a riqueza da sua graça, que Deus derramou abundantemente sobre nós em toda a sabedoria e prudência, desvendando-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir nele, na dispensação da plenitude dos tempos, todas as coisas, tanto as do céu como as da terra; nele, digo, no qual fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo;”
Aplicação - Como seres criados por Deus devemos ter esse senso que fomos criados com o seu louvor!
Related Media
Related Sermons