Faithlife Sermons

Rejeitado pelos homens escolhido por Deus

Pregações  •  Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 6 views
Notes
Transcript
Lc 2.1-7.
Introdução
1. Natal é tempo de alegria e de festa. De fato devemos nos alegrar. Mas também devemos questionar nossa cultura, que se alegra por causa da festa e do ajuntamento. Se alegra por causa da comida e da bebida de modo até exagerado.
2. A alegria de Deus é paradoxal ao que costumeiramente o homem se alegra com ele. Enquanto o homem se alegra por encher a barriga e falar o que não deve. Deus se alegra na obediência de um caráter humilde.
3. O desafio que temos é olhar para um Deus que usa quem ele quer, para que sua vontade e seu propósito aconteça no tempo e na hora exata.
4. Outro desafio que temos está em compreender quem Deus usa, e procurar viver de modo tal que sejamos um vaso de bençãos e não um vaso de maldições.
I - Deus usa quem ele quer (v.1,2).
5. Primeiro - Deus usa quem ele quiser para que sua vontade seja feita. A promessa do Salvador para o mundo foi anunciada para Israel nos dias de Moisés, mas já estava decretada desde a eternidade. Quando Deus criou o homem e veio a desobediência, Deus já tinha algo precioso - Ele mesmo traria salvação por meio do descendente da mulher (Gn 3.15).
6. E o tempo havia chegado - Deus usará um governo incrédulo, pagão que se apropria de um título não merecido, para que seu propósito aconteça.
7. O Imperador chamado por Lucas de Cesar Augusto era Caio Otavio (Otaviano). E o título de Cesar Augusto significava um deísmo ao Imperador - estava na posição de Deus.
8. Mas não é uma coincidência o Imperador convocar o recenseamento para esse tempo. Deus tinha um propósito mais alto que apenas uma decisão imperial. O Salvador haveria de nascer exatamente na hora e dia estabelecido.
9. Segundo - Deus haveria de usar uma estrutura incrivelmente diversificada movendo milhares de pessoas, animais e tudo que era necessário para um recenseamento.
10. Aos olhos humanos, tudo o que se via era um grande alvoroço com um alvo - o recenseamento. Porém, tudo isso acontece para que uma manjedoura (coxo) receba. longe dos olhos dos homens - distante da atenção humana - receba o verdadeiro AUGUSTO - o Emanuel, o Salvador.
11. Terceiro - Deus vai usar uma família pobre e uma humilde mulher - a mulher não era o instrumento ideal para os judeus, a fim de ser usada por Deus. A mulher ficava num plano inferior ao homem.
12. Os judeus criam na vinda do Messias “ungido” de Deus, mas esse Messias deveria ser conforme a visão dos homens poderosos, jamais se esperava que o Salvador de Israel pudesse vir de uma família tão pobre - a ponto de não terem um lugar apropriado, para sequer serem alojados numa boa hospedaria e com todas as honrarias normais que uma família real.
II - O significado do natal pobre de Jesus.
13. A dificuldade de se identificar com um salvador pobre é o mesmo de ontem e de hoje. Não gostamos de viver de forma simples. Somos propensos a identificarmo-nos com a grandeza da riqueza e do poder. É mais fácil elogiar um rico que um pobre. É mais vistoso tirar uma foto ao lado de um famoso artista, para exibir em nosso ambiente de relacionamentos.
14. Por que Jesus sendo rico, sendo o Criador, aquele que é incriável, Deus de toda autoridade e poder - se fez pobre? - 2Co 8.9pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, se fez pobre por amor de vós, para que, pela sua pobreza, vos tornásseis ricos.”
15. Caso o nosso Salvador viesse ao mundo num palácio - o pobre não teria acesso a ele. Deus se tornou acessível a todos. João disse - nós tocamos nele.
16. A pobreza de Jesus tem uma direta identificação com nossa miséria espiritual. O pecado nos fez miseráveis e pobres diante de um Deus rico em poder e amor.
17. Ele se identificou com pecadores como eu e você - com um único objetivo - libertar e salvar da miséria do pecado.
18. 1Tm 1.15Fiel é a palavra e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.”
19. Fiel - se tem algo em que você deve aceitar, acima de tudo é isto - Jesus veio. Ele não nasceu como nós - Ele veio por um instrumento, a mulher. Veio porque antes mesmo de vir já existia. Só veio por um motivo - SALVAR pecadores. Ele veio por uma família pobre, sendo rico se tornou pobre e rejeitado - identificou-se com nossa pobreza espiritual, para salvar pecadores.
20. Quando alguém rejeita o Filho, rejeita a salvação - quando alguém se identifica com os interesses do mundo, está rejeitando o pobre rico Salvador, o próprio Deus eterno que veio ao mundo para resgatar o pecador do inferno. E o que é o inferno? não é a ira de Deus contra o pecado?
21. Quando alguém rejeita o amor e a graça desse Salvador tem o maior de todos os problemas, que não é a pobreza neste mundo - é a pena eterna por rejeitar a salvação gratuita do Deus bondoso.
III - Jesus veio.
22. Preste atenção agora - João vai dizer isto - 1Jo 1.1 - ele veio e nós tocamos nele. Jesus veio para ser tangível, para estar no meio de homens pecadores, enquanto a maioria o rejeitava, Ele ia tratando e aperfeiçoando aqueles que o seguiam.
23. A pandemia revolucionou para muitos a forma de comunicação, e muitos encontraram a facilidade de isolar-se, apenas ouvindo mensagens de podcast e vídeos. Tudo isso é bom, mas não é a realidade.
24. Hb 10.25 “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.” Grandes congressos são ótimos, Cantata de Natal é muito lindo, mas você e eu precisamos da igreja local. Pessoas que desanimaram da igreja local perderam o domínio de seu comportamento moral caindo numa vida de pecados. Muitas delas precisam que alguém lhes fale a verdade.
25. Você nunca será bom o suficiente para vencer sua natureza carnal pecadora. Se você pensa que pode - é porque ainda não conheceu o verdadeiro Deus que criou um povo, que é a sua igreja - que trabalha duro contra seus próprios pecados. Não é a vida fácil - a vida virtual que precisamos. Precisamos ir para a igreja e trabalhar duro. É na igreja local que Deus te chama para sentir as dificuldades dos relacionamentos, e é nas admoestações da pregação e do ministério do ensino que somos aperfeiçoados.
26. É nesse relacionamento cercado por prescrições, ordens, mandamentos, que podemos prestar contas dentro de uma membresia.
27. É na igreja local que rogamos pelos irmãos, consolamos e somos consolados. Membros precisam de um pastor, pastor precisa de irmãos sinceros. Por isso se você ainda não foi encontrado pelo verdadeiro Jesus - peça misericórdia.
28. Por que aquele que se achava tão bom em sua oração - orava para si mesmo, e sua oração não passava de alguns metros de distância. Mas aquele coletor de impostos reconheceu sua pobreza espiritual - e no cantinho, não levantava a voz, apenas dizia - Senhor, tem misericórdia de mim, que sou pecador.
29. Hoje é o dia de lançar-se ao Senhor Jesus e suplicar por sua misericórdia, para aquele que pode ouvir desde a eternidade.
Related Media
Related Sermons