Faithlife Sermons

O Obreiro e a Chamada Divina.

Sermon  •  Submitted
0 ratings
· 2 views
Notes
Transcript
Sermon Tone Analysis
A
D
F
J
S
Emotion
A
C
T
Language
O
C
E
A
E
Social
View more →
Diferentes Aspectos da Chamada Divina
‌nos evangelhos nos percebemos
· Duas Chamadas
logos - a todos....
Rema - especifica ....
· Três ordens
chamada
1. “Vinde a mim” Mateus 11.28
2. “Vinde após mim” Mateus 4.19
3. “Aprendei de mim” Mateus11.29
4. “Permanecei, pois na cidade” Lucas 24.49
5. “Ide por todo o mundo” Marcos 16.15
Da observância desta dupla chamada e tríplice ordem de Cristo,
‌seja um ministério no âmbito
· Geral e universal,
· ‌Individual
· local
· especifico
dependem primeiro
· a Salvação das nossas almas.
Venham a mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e eu os aliviarei.
1. Vinde a mim…… Mateus 11.28
Venham a mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e eu os aliviarei.
Este convite vem acompanhado da promessa divina .... “eu vos aliviarei “
· ‌Cansado e oprimidos pelo pecado e pelo poderes do Mal!
· Esta era a triste situação de todos nos antes de fazermos parte da Família de Deus pela salvação.
· Ao aceitarmos o Salvador, o nosso peso opressivo se foi
· Fomos transformados em novas criaturas e constituídos servos seus.
· (O Mais Glorioso de Todos os Convites (11.28a))
· Vinde a mim todos os que estais.
· Jesus não disse à humanidade pecadora: “Afastem-se de mim”, mas, sim: Vinde a mim.
· Esse convite é dirigido a todos os homens, de todos os lugares, de todos os tempos, de todas as culturas, de todos os classes sociais.
· É dirigido ao rico e ao pobre, ao doutor e ao analfabeto, às crianças e aos idosos, aos homens e às mulheres, aos ateus e aos religiosos.
· Esse convite é dirigido a você.
· Vinde a mim… Ele convida para uma relação pessoal com Ele.
· é um convite para aqueles que têm consciência de sua necessidade (11.28). …
· todos os que estais cansados e sobrecarregados.
· O verbo kopiáo descreve um cansaço que se instala após pesado trabalho corporal, enquanto.
· portizo expressa o estar sob pesada carga de responsabilidade.
· Concord com John Charles Ryle quando ele diz que Jesus não se dirige àqueles que se sentem justos e dignos em si mesmos, mas a todos os que sentem um peso no coração e desejam tornar-se livres da carga do pecado.15[1]
2. “Vinde após mim” Mateus 4.19
18Caminhando junto ao mar da Galiléia, viu dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, que lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores.
19E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.
20Então, eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram.
21Passando adiante, viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco em companhia de seu pai, consertando as redes; e chamou-os.
22Então, eles, no mesmo instante, deixando o barco e seu pai, o seguiram.[2]
· Em atender este segundo convite de cristo, reside a Chave do segredo do nosso sucesso na conquista das almas.
· Devemos seguir os seus passos e pisadas, se quisermos ser para o mundo o que Ele foi, fazendo pelos homens o que Ele fez.
· Se não tivermos disposto a segui-lo nos passos da Sua vida e do seu serviço na conquista das almas,
· de pouco ou de nenhum Valor será estudarmos bons livros ou frequentarmos seminários com o intuito de aprender ganhar almas para seu reino
3. “Aprendei de mim” Mateus11.29
Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma.
· A bíblia refere a Cristo mas vezes como Mestre do que como Salvador
· Jo13.13Vós me chamais o Mestre e o Senhor e dizeis bem; porque eu o sou.
· Cl 2.3 Em Cristo, quem todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos[3]
· At 20.27 porque jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus.
· Jesus nos chama para uma vida de propósito—
· Fritz Rienecker fala sobre o jugo como um instrumento de trabalho.
Somos chamados ao trabalho, e não à ociosidade.
Somos chamados à ação, e não à contemplação.
Somos chamados ao engajamento, e não ao isolamento.[4]
O jugo mais conhecido é o jugo duplo.
Muitas vezes são dois animais que trabalham sob a mesma canga.
· No jugo duplo, os dois animais se colocam lado a lado para trabalharem juntos.
· Um ajuda o outro a puxar a carga e trabalhar.
· bencao é trabalhar ao lado de Jesus, em parceria com ele.
· Jesus está conosco.
· Ele nos ajuda a levar o fardo.
· Ele não nos promete ausência de luta, mas nos promete companhia.
· Ele nos promete ajuda e parceria.
O jugo também sugere alívio considerável do trabalho.
O jugo de Jesus, de igual forma, facilita o trabalho, uma vez que ele mesmo nos capacita a fazer a sua obra. O Espírito Santo nos assiste em nossa fraqueza.
· jugo ainda proporciona um direcionamento seguro para o alvo.
Quantos saltos para o lado um animal não daria e em quantos desvios não entraria, se não fosse dirigido sempre de novo pelo jugo e por aquele que dirige o jugo para o rumo certo!
· Jugo também remete a submissão.
O homem sempre será escravo (servo).
Ou você está debaixo do jugo de Cristo, ou estará debaixo do jugo do pecado.
O jugo do pecado escraviza; o jugo de Cristo liberta.
O jugo do pecado mata; o jugo de Cristo dá vida.[6]
Jesus nos chama para uma vida de discipulado (11.29)
. e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração[7]
· Jesus nos chama não apenas para a salvação, mas, também, para o discipulado.
· Ele nos chama não para aprendermos regras, mas para aprendermos dele.
· Seus mandamentos não são como as regras opressoras do legalismo.
· Seus mandamentos são deleitosos.
· Seus caminhos são retos. Sua palavra é melhor do que o ouro e mais deliciosa do que o mel.[8]
· nosso guia de conduta não é mais um amontoado de regras que pesa sobre nós como uma pesada carga, mas o exemplo de Cristo[9]
· Jesus é manso e humilde.
· Ele não oprime; liberta.
· Ele não condena; perdoa.
· Ele não esmaga; alivia.
· Ele restaura o caído, levanta o abatido e põe de pé o prostrado.
· Ele reergueu Davi de seu adultério.
Levantou Pedro de sua negação.
Libertou Maria Madalena.
Deu salvação a Zaqueu.
Curou o cego de Jericó.
Deu um novo sentido de viver para a mulher samaritana.
Ele pode fazer o mesmo com você.[10]
Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.
· A palavra grega para “suave” é chrestos, que significa “adequado”, “bem adaptado”.
Na Palestina, os jugos dos bois eram feitos de madeira. Levava-se o boi para tirar a medida e então sob medida se fazia o jugo. O jugo precisa ser adequado, ou seja, precisa ajustar-se bem, estar sob medida.
O jugo de Jesus se adapta bem. Ele é adequado.
· A vida com Jesus é adequada, feliz, bem-aventurada.
Seu jugo não esfola nosso pescoço. Jesus não oprime seus filhos.
Robert Mounce diz que o fardo de Jesus é leve porque não se trata de mera obediência a mandamentos externos, mas de lealdade a uma Pessoa.26
· Jesus mesmo disse: “Se você me ama, você guarda os meus mandamentos”. Quando recordamos o amor de Deus, quando sabemos que nossa carga consiste em amar a Deus e aos homens, a carga se converte em uma canção.[11]
4. “Permanecei, pois na cidade” Lucas 24.49
Entre a preparação do discipulado e o seu envio como Obreiro para o campo, Cristo requer de cada um... “Permanecei, pois na cidade”....
· Primeiro Ficar, para depois ir
· Ficar sobre a Ordem do Senhor é tão sublime quanto partir sob a orientação e benção do mesmo senhor
· Após a ascensão de Cristo, os seus discípulos permaneceram em Jerusalém ate que o espirito santo desceu sobre eles
Lucas 24.49Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai; permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder. [12]
At 1.4E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes.
5Porque João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.[13]
Jesus se refere a uma espera obediente, perseverante e cheia de expectativa.[14]
· Ir quando deve ficar não e menos perigoso do que ficar quando se deve ir
· A capacitação precede a ação.
· Barclay diz: “Há um momento para esperar em Deus e um momento para trabalhar para Deus”.
· Anthony Ash diz que a ordem era: espere Deus agir e depois vá!
· Atue no poder dele!
20 Primeiro Jesus envia o Espírito Santo à igreja, depois ele envia a igreja ao mundo![15]
· Davi ficou em Jerusalem quando devia estar com os seus soldados lutando contra os filhos de Amom, e como resultado disso pecou gravemente contra Deus 2Sm 11.1-4
· Aimaas partiu quando devia ter ficado, o resultado disso foi que, quando chegou ao seu destino, descobriu que nao tinha mensagem algunha para entregar 2Sm 18.29
· De mais de quinhentos irmãos (1C0 15.6) que ouviram:….. “permanecei, pois na cidade”...
Apenas um numero de quase cento e vinte atenderam a ordem do Senhor
Consequentemente, so esses “…. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem”[16](Atos 2.4)
Devemos realizar o trabalho do Senhor pela capacitação especial do Espírito Santo.
E para tê-la precisamos “…ficar na cidade” até que do alto sejamos revestidos do poder.
Isto e Buscar, esperar e receber esse poder celestial
mt 7.7 “Lc 11.9–13 — Peçam e lhes será dado; busquem e acharão; batam, e a porta será aberta para vocês.”
mt7.8 “Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, a porta será aberta.”
5. “Ide por todo o mundo” Marcos 16.15
· E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.
Mat 28.19n Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; 20ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século. [17]
Atos1.8 mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. [18]
Este mandamento de Cristo pode e deve ser observado tanto por aqueles que tiveram uma chamada individual da parte de Deus, quanto por aqueles que sao alvo de uma chamada geral e universal.
Como os maiores e mais valiosos peixes sempre estao, nao nas aguas rasas das praias, mas em alto mar, assim tambem as almas mas carente de deus sao as que estao mais longe do convivio dos cristao no mar da vida. Portanto, a ordem de Cristo ė de irmos buscarmo essas pessoas la for a, onde se encontra.
A chamada Geral e Universal
Entre a chamada para a salvação, Destinada a todos pecador, e a chamada para um ministério especifico, com a qual Deus tem contemplado alguns dos salvos, há a chamada geral e universal destinada aos demais salvos.
Desta chamada, a todos os salvos são feitos participante
Texto que fala disso
Atos1.8 mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. [19]
· Aqueles que por tada parte são chamados por Deus para desempenhar um chamado especifico, pouco ou nada poderão fazer sem o respaldo do ministério leigo.
lei·go (latim laicus, -a, -um, comum, ordinário)
adjectivo e nome masculino
1. Que ou quem não pertence ao clero nem fez votos religiosos. = LAICO, SECULAR ≠ ECLESIÁSTICO, RELIGIOSO
2. Que ou quem não tem conhecimentos especializados em determinada área (ex.: sou leigo na matéria). = DESCONHECEDOR, IGNORANTE
"leigo", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/leigo [consultado em 14-10-2022].
Quem sao os leigos?
Desse ministério fazem parte os obreiros do ministério local
Professores da escola dominical
Secretaries em geral
Tesoureiros
Dirigente de congregações
Lideres de mocidade
Circulo de orações
Regente de coral bandas e conjuntos musicais
Todos aquele que servem a igreja, desde o seu pastor ate o porteiro
O sacerdócio dos Crentes
1 Peter 2:9–10 (NAA): 9Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamar as virtudes daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. 10Antes, vocês nem eram povo, mas agora são povo de Deus; antes, não tinham alcançado misericórdia, mas agora alcançaram misericórdia.
· O sacerdócio universal dos crentes foi uma das alavancadas propulsoras que deu origen a reforma Protestante do século XVIV.
· Para Martinho Lutero era inadmissível que apenas uns poucos padres, bispos, e cardeias e o papa, fossem os únicos elementos capazes de representar os interesse do reino de Deus na terra.
· Lutero dizia em outras palavras há quase 1.500 anos o aposto Paulo havia dito
Galatas 1. 15Quando, porém, ao que me separou antes de eu nascer e me chamou pela sua graça, aprouve
16revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios, sem detença, não consultei carne e sangue,
17nem subi a Jerusalém para os que já eram apóstolos antes de mim, mas parti para as regiões da Arábia e voltei, outra vez, para Damasco. [20]
Ha grande perigo quando os ministro reponsaveis pelo governo da igreja subestimam o grande potencial spiritual de servico que os leigos da igreja representam.
O tríplice significado deste Ministério
1. “... Sois sal da terra... (Mt5.13)
· O sal tem propriedade destintas de qualquer tipo de tempero
· E preferido um alimento que contenha só o sal como condimento, a um alimento em que tendo todos os condimentos, falte o sal.
· O sal tinha mais valor importância nos tempos antigos do que em nossos dias
· No logico oriente já chegou dar um quilo de ouro por um quilo de sal
· A palavra salario vem da palavra sal. Os saldados romanos recebiam o pagamento dos seus serviços prestados ao Império, metade em moedas e a outra metade em sal.
· Bem possível que Jesus tinha este fato em mente
O crente comparado ao sal fala da influencia mística, penetrante e salutar que devemos exercer sobre a sociedade
· Conservação do bem
· Como agentes de equilíbrio
· Agentes que dão sabor
2. “...Sois a luz do Mundo... (Mt 5.14)
· A luz brilha e se opem as trevas. Era exatamente isto o que Jesus queria que os seus discípulos fizessem.
· Jesus sabia que a maneira ideal do mundo ver a Deus e através da vida de Seus seguidores; isto e, de seus atos; por isso em Mateus 5.16, ele diz 16Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus. [21]
3. “... sereis minhas testemunhas...”
Há alguns requisitos que devem ser preenchidos por alguém que num inquérito está sendo interrogado como testemunha, entre as quais destacam
a) Precisa ter visto algo
b) Precisat er ouvido algo
Uma pessoa com deficiência visual e auditiva esta impossibilitada de servir como testemunha. Mas, para fazer-nos suas testemunhas, Jesus abriu-nos os olhos e os ouvidos, e nos fez embaixadores seus e anunciadores de tudo aquilo que junto a Ele vimos e ouvimos.
A certeza de Jesus era o messias e da vista ao cego
· Testemunhe do que Deus fez em sua vida nisto você estará sendo sal da terra e luz do mundo
Chamada Individua e especifica
Ainda que todos os crentes são chamados para serem sal da terra e luz do mundo, portanto, testemunha do senhor Jesus Cristo, e certo que Deus tem contemplado e separado alguns com uma chamada individual, especifica e especial, a fim de viverem para o Evangelho e do evangelho
I Co 9.14 Assim também o Senhor ordenou aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho. [22]
ITm5.18 Pois a Escritura declara: “Não amordace o boi quando ele pisa o trigo.” E, ainda: “O trabalhador é digno do seu salário.” [23]
A uma certa altura do seu ministério, quando já era muitos os seus discípulos, Jesus escolhe doze deles
1) Uma grande salvação
Que o obreiro seja uma pessoa salva
E possível haver um obreiro que prega o Evangelho e dele vive sem que seja Salvo?
2) Uma grande santificação
a) Santificacao do mal
b) Dedicação a Deus e a seu serviço
c) Rm 1.4 2ts 2.13! Ped 1.2
3) Uma grande compaixão
Marcos 9. 35E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades.
36 Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor. [24]
4) Uma grande comissão
NM 6 . 2Sambalate e Gesém mandaram dizer-me: Vem, encontremo-nos, nas aldeias, no vale de Ono. Porém intentavam fazer-me mal.
3Enviei-lhes mensageiros a dizer: Estou fazendo grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria a obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco?
4Quatro vezes me enviaram o mesmo pedido; eu, porém, lhes dei sempre a mesma resposta.[25]
· Há crente que alegam estar Deus lhes Chamando para fazer algo na Sua obra, contudo, os tais não sabem com exatidão o que Ele esta querendo que eles façam. Mesmo assim estão abandonando seus estudos e empregos a fim de se colocarem a disposição divina.
· Evidentemente isto e uma discrepância a luz do que a bíblia ensina.
· Regra geral, quem declara ter sido chamado por Deus para realizar algo e não sabe exatamente o que fazer, dificilmente foi por Deus enviado a fazer coisa alguma, pois, quando Ele chama, Ele mesmo especifica o que deve ser feito.
· Aimaás e O etíope com uma mensagem 2Sm 18.20-32
· Aimaás tinha um nome, porem não tinha uma Comissão legitima
· O etíope, cuja a bíblia não registra o nome, foi comissionado
· A importância de ser comissionado por Deus
5) Uma grande determinação
Muitos bons crentes, possuidores das quatros virtudes ate aqui estudadas, falharam no cumprimento do seu ministério, por lhes faltar a determinação, o proposito firme e a disposição constante de realizar a obra de Deus, conforme a sua vontade.
Determinação aqui e a capacidade dada por Deus para o obreiro estabelecer pela fé em cristo, alvos a serem alcançados. Paulo o grande campeão da causa Senhor tinha alvos.
Grandes Homens da historia da igreja e da historia secular foram homens de alvos no seu ministério para Deus. Eles não se atiravam a muitas obras a um só tempo, mas conformes o Espirito santo os dirigia.
Jesus também tinha proposito no seu labor aqui na terra. Ele costuma dizer: A minha hora ainda não e chegada.
O difícil torna-se fácil e o impossível torna-se possível aqueles que com a necessária determinação procuram, tudo fazer no cumprimento do ministério que Deus lhes deu.
Disse alguém que o vento não sopra a favor de quem não sabe para onde vai.
De igual modo, Deus não dirigira alguém a realizar uma obra para qual tal pessoa não tenha o mínimo de determinação. A determinação de que estamos a falar no trabalho do Senhor deve sempre estar permeada de oração e de fé nas promessas de Deus.
João Knox, da Escocia, orava com paixão e incessantemente: “O Deus, dá-me a Escócia ou eu morro” Não demorou muito
João Nelson Hydecostuma orar, dizendo: O Deus, dá-me almas ou tira-me a alma.” Em resposta a sua oração, um multidão de almas foram encaminhadas a Cristo por ele.
João Wesley, angustiado na sua alma com o estado de decadência em que se encontrava a igreja na Inglaterra, lançou-se de corpo e alma a redenção espiritual e social da sua pátria. Não demorou para que a Inglaterra ardesse num grande avivamento espiritual e fosse evitada a deflagração de uma guerra civil.
Abraão Lincoln era apena um pobre menino lenhador, quando disse: “Vou me prepara, pois, a minha oportunidade de servir, há de chegar”. E preocupou-se como pode. Anos depois de ter dito isto, foi eleito presidente do Estados Unidos.
Alberto Santos Dumont Lutou contra todos os obstaculos, tentando provar que era possível fazer voar um instrumento mais pesado que o ar. Foi assim que, em Paris, lugar onde foi objeto de descrença e pilheiras, conseguiu voar com o primeiro aparelho mais pesado do que o ar.
Chamado Como Arão
A Bíblia sagrada é um livro de padrões para serem seguidos e atingidos
Jesus e grande homem de Deus exemplo de padrão a ser seguidos e vividos
Quando falamos da Necessidade do homem ter um chamada definida, direta e especifica da parte de Deus. Lembramos do exemplo de Arão, que veio a ser na historia de Israel, não por escolha própria, mas pela soberana designação de Deus Hb5.4
Jeremias- 17.16 Mas eu não me apressei em ser o pastor após ti; nem tão-pouco desejei o dia da aflição, tu o sabes; o que saiu dos meus lábios está diante da tua face.
Vontade e Chamada
Vontade pessoal e chamada divina são aspectos diferentes na vida daqueles a quem Deus escolhe para compor o santo ministério da sua Igreja na terra.
Deus Chame e envia a realizar a sua obra, mesmo aquele que não mostre nenhum desejo de realizá-la. O profeta Jonas e um exemplo clássico disto ( Jn 1.1-13)
Chamada de Arão. Deus não consultou Arão para saber se estava disposto ou não para cumprir aquela tarefa. Deus o escolheu soberanamente, chamou e enviou.
Mt8. 19 E, aproximando-se dele um escriba, disse-lhe: Mestre, aonde quer que fores, eu te seguirei.
20 E disse Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.
21 E outro dos seus discípulos lhe disse: Senhor, permite-me que primeiramente vá sepultar meu pai.
22 Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me, e deixa aos mortos sepultar os seus mortos.[26]
Exemplo do Sacerdócio Levítico
Nos dias do Antigo Testamento, todo sacerdote provinha da tribo de Levi, mas nem todo levita era sacerdote.
Sacerdote era o que servia no altar do Tabernáculo, como mediador ou intermediário entre o homem e Deus.
Era uma grande privilegio, mas também uma grande responsabilidade. Os livros de Êxodo deuteronômio, juntamente com Hebreus tratam do sacerdócio em seus pormenores.
· Seu trabalho era incessante e muito volumoso.
· Eles tinham outras missões além do altar e do cultos.
· Os levitas eram os axiliares dos sacerdotes .
· De acordo com o capitulo 21 de levítico, o levita tinha de satisfazer algumas exigências determinadas por Deus, a fim de servir como sacerdote. Por outro lado o levita podia satisfazer esses requisitos e mesmo assim não ser chamado por Deus para o Sacerdócio.
De igual modo, nos dias atuais, todo aquele a quem Deus chama para o ministério efetivo necessita, antes de tudo e obviamente, ser salvo, porem nem todo salvo e chamado para este tipo de ministério.
Muitos bons crentes confundindo virtudes cristas com chamada divina especifica, com a qual Deus tem contemplado a alguns, conseguem ingressar no ministério como se este fosse uma mera aventura no exercício do qual pouco tem a ganhar ou perder aqueles que a ele pertencem. Esses não só abondonaram o ministério, mas também a fé, quase sempre.
Estabelecendo Diferença
A diferença básica entre vontade e chamada
Vontade:
· por estar sujeita ao desejo, e o desejo as circunstancia do tempo e do espoco, ela e volúvel, consequentemente mutável, podendo vim a extinguir-se.
· Por estar sujeita as circunstancia de tempo e espaço, a vontade dificilmente sobreviverá sob peso das lutas e tribulações a que esta sujeito o obreiro do Senhor
Chamada:
quando procedente de Deus, independe do que o crente possa sentir e desejar.
A autentica chamada divina como ancora firme e pesada, adentrara nas profundas aguas do oceano das convicções es
CHAMADA MINISTERIAL
1. Chamada ministerial. A chamada ministerial é uma espécie de “segunda chamada”.
1.1. A primeira chamada é para o arrependimento e a salvação.
1.2. A segunda chamada é a convocação do Senhor da seara ás pessoas escolhidas para o exercício da obra de Deus.
1.3. A primeira chamada é para todos, porém, a segunda chamada é para um grupo seleto. Quando Deus escolheu a nação de Israel para ser o seu povo peculiar, Ele chamou todas as 12 Tribos (Gn 49.28; Êx 19.4-6). Porém, dentre as 12 Tribos, Ele escolheu e chamou para o Santo Ministério, apenas a Tribo de Levi (Nm 1.47-54; 17.1-8).
1.4. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, todos os homens chamados por Deus precisavam ser qualificados. Existe um ditado que diz: “Deus não chama os capacitados, porém, capacita os que Ele chama”.
Vejamos:
A. Moisés se achava incapaz, mais era capacitado, e Deus o capacitou ainda mais (Êx 4.1-12). Um homem formado em todas as ciências do Egito não poderia ser incapaz (At 7.22).
B. Os homens escolhidos para ajudar Moisés precisavam ser qualificados e capazes – Êx 18.21.
C. Os 70 Anciãos auxiliares de Moisés precisavam ter as qualidades de lideres – Nm 11.16-17.
D. Em 1º Crônicas 9.13, havia 1.700 homens capazes para a obra do Ministério da Casa de Deus.
E. Os Engenheiros e Arquitetos, do Tabernáculo precisavam ser qualificados – Êx 31.1-11 e 36.1.
F. Os Arquitetos e Engenheiros do Templo de Salomão precisava ser qualificados – 2º Cr 2.13-14.
G. Os primeiros obreiros consagrados na Igreja Primitiva precisavam ser qualificados – At 6.3-5.
H. Em 1ª Timóteo 3.1-13, estão todas as qualificações exigidas nas pessoas chamadas para o Ministério.
2. Chamada especifica. A chamada especifica é uma escolha nominal do Senhor, com o objetivo de enviar e escolher pessoas para uma missão ou obra especial.
- Em Mc 3.13, está escrito que Jesus “Depois, subiu ao monte e chamou os que Ele mesmo quis, e vieram para junto Dele”.
2.1. Você é vocacionado. Você não nasceu por acaso, não existe apenas por existir. Há um propósito divino na sua passagem pela terra. Como já dizia Salomão, “O Senhor fez todas as coisas para determinados fins” (Pv 16.4).
- Jesus chama os que Ele quer, e não os que nós queremos. A chamada ministerial precisa ser valorizada, porque, ela veio do alto. Jesus subiu ao monte para chamar os seus discípulos, para revelar a eles que, a sua chamada partiu do alto, partiu do Monte. Em Êx.19.20, está escrito que “Descendo o Senhor para o cimo do monte Sinai, chamou o Senhor a Moisés para o cimo do monte. Moisés subiu”.
2.2. Chamados para sermos embaixadores. A nossa chamada deve ser valorizada, porque, ela veio do alto, ela veio do Senhor. A chamada ministerial precisa ser valorizada, porque, nós fomos constituídos como “embaixadores em nome de Cristo”.
2ª Co 5.20 “De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamos-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.”
O significa a palavra embaixador? No grego πρεσβεύω presbeuo. Significa ser um embaixador; emissário, mensageiro; agir como representante (no sentido figurado, pregador do evangelho (Ef 4.11; 6.20).
Embaixador, sugere a ideia de alguém enviado no lugar de seu Senhor ou Rei e autorizado com a sua autoridade. O Ministro do Evangelho é um Embaixador que está autorizado a agir em Nome de Cristo.
O Embaixador de Cristo é um cidadão do céu (Fp 3.20-21) enviado a homens rebeldes, no lugar do seu Rei, Cristo, com o objetivo de oferecer as condições de paz que o Evangelho oferece. A honra e a glória do seu Rei e Senhor dependerão de suas palavras e comportamento. Por isso, a chamada ministerial precisa ser muito valorizada.
2.3. Chamados para proclamar as virtudes do evangelho. 1ª Pe 2.9-10 “Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz, vós, sim, que antes não éreis povo, mas agora sois povo de Deus...”.
2.4. Chamados para ser colunas. Os 12 Apóstolos foram chamados nominalmente e escolhidos para uma missão especial e especifica de serem as colunas principais da Igreja (Gl 2.9; Ef 2.20 e Ap 21.14).
- Paulo foi chamado de forma especifica para levar o Nome do Senhor perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel (At 9.1-15). Paulo foi designado por excelência como o “Apóstolo dos Gentios” (1ª Tm.2.7).
- Barnabé e Saulo foram chamados nominalmente pelo Espírito Santo para uma obra especifica (At 13.2-4).
- Bezaleel e Aisamaque foram chamados nominalmente por Deus para a obra especifica do Tabernáculo (Êx 31.1-11).
- Em Gn 6.13, Noé foi chamado de forma especial e para uma obra especifica de construir a Arca.
- Em Gn 12.1-3, Abraão foi chamado de forma especial e para uma missão especifica de todas as famílias da terra serem abençoadas por sua causa.
- Em Gn 28.12, Jacó foi chamado de forma especial e com a missão especifica de ser o progenitor das 12 Tribos que formariam a nação de Israel.
- Em Gn 41.38-43, José foi chamado de uma forma especial e para uma missão de governar o Egito e administrar uma crise mundial.
- Em Êx 3.7-10, Moisés foi chamado com uma missão especial de libertar o povo de Israel do Egito.
- Em Nm 27.18-23, Josué foi chamado com a missão especial de introduzir o povo de Israel na Terra Prometida.
- Em 1º Sm 3.1-10, Samuel foi chamado de forma especial para realizar uma grande obra em Israel.
- Em 1º Sm.16 13, Davi foi chamado de uma forma especial e escolhido pelo próprio Deus para ser o maior rei da História de Israel.
- Em 1º Rs 19.19, Eliseu foi chamado de forma especial para suceder o profeta Elias.
- Em Is 6.8-9, Isaías foi chamado de forma especial para ser o maior profeta evangélico do Antigo Testamento.
- Em Jr 1.5, Jeremias foi chamado por Deus desde o ventre de sua mãe para ser o profeta das nações.
- Em Ez 2.1-8, Ezequiel foi chamado por Deus para uma missão especial de ser um atalaia de Deus.
- Em Am 7.15, Amós foi chamado de forma especial para profetizar ao povo de Israel.
- Em Jn 1.2, Jonas foi chamado para uma missão especial de pregar para os ninivitas.
- Em Gl 1.15-16, Paulo foi chamado desde o ventre materno para uma missão especial de tornar o mistério de Deus conhecido entre os gentios.
V. A CHAMADA PARA O MINISTÉRIO DA PALAVRA E SUAS CARACTERÍSTICAS FUNDAMENTAIS
1. Chamada é um ato soberano do Senhor (Sl 105.26; Is 43.13; Sl 78.70-72).
2. Ele é quem escolhe, nomeia, capacita e põe obreiros na Igreja (Jo 15.16; Ef 4.8- 12; 1 Co 3.3-9; 12.8; Jr 3.15).
3. Ele é quem envia trabalhadores para a sua seara (Mt 9.37,38; Lc 10.2; Mt 20.1-14).
4. Ele chama a quem quer (Mc 3.13,14; 1ª Sm 16.11-13).
O nosso chamado, portanto, não é uma escolha pessoal, uma profissão religiosa, mas uma chamada irresistível para servir ao Senhor em Seu nome e para a Sua glória. Gosto muito do pensamento: “Deus não chamou homens extraordinários para um trabalho comum, mas homens comuns para um trabalho extraordinário”.
VI. A CONVICÇÃO DA CHAMADA
1. O obreiro deve ter a convicção da sua chamada.
2. O obreiro verdadeiramente chamado pelo Senhor sente o peso da responsabilidade e, se pudesse, escaparia dela.
1ª Co 9.16 “Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho!” (outras ref. Jn 1.12; Jr 1.1-9).
3. O obreiro verdadeiramente chamado por Deus, tem o seu ministério confirmado a cada dia. “O Deus de toda graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar.” (1ª Pedro 5.10; Sl 37.23).
gideao
3.1. E o importante, nesse caso, é o que o Senhor diz acerca desse obreiro, e não o que as pessoas pensam ou falam dele (At 14.6-20; Jó 1.8; Mt 11.19; 17.5).
3.2. Deus faz questão de demonstrar que está com quem verdadeiramente chamou (Nm 17), dando testemunho dele (Is 41.8; Nm 12.3; Jr 6.12; At 13.22; Dn 10.11; Lc 7.28; At 9.15).
VII. VALORIZANDO A CHAMADA MINISTERIAL
1. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2Co 3.7-8, Paulo afirma que, se o ministério da Antiga Aliança se revestiu de glória, “como não será de maior glória o ministério do Espírito!”
2. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2Co 4.1, Paulo afirma que “tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos”.
3. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2Co 5.18, Paulo afirma que Deus nos deu o “ministério da reconciliação”.
4. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2Co 6.3, Paulo afirma que não devemos dar nenhum motivo de escândalo, para que o nosso ministério não seja censurado.
5. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em Cl 4.17, Paulo aconselhou a Arquipo, dizendo: “Atenta para o ministério que recebeste no Senhor, para o cumprires”.
6. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 1Tm 1.12, Paulo afirma que devemos ser gratos a Jesus Cristo, por nos ter designado para o ministério.
7. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2Tm 4.5, Paulo aconselhou a Timóteo cumprir integralmente o seu ministério.
8. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em 2Tm 4.11, Paulo valorizou a chamada ministerial de João Marcos.
9. A chamada ministerial deve ser valorizada, porque, em Hb.8.6, está escrito que Jesus teve um Ministério Excelente! Devemos também procurar desenvolver um ministério excelente.
[1]Hernandes Dias Lopes, Mateus: Jesus, o Rei dos Reis, 1‍aedição., Comentários Expo [2]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), Mt 4.18–22. [3]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), Cl 2.2–3. [4]Hernandes Dias Lopes, Mateus: Jesus, o Rei dos Reis, 1‍aedição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2019), 366. [5]Hernandes Dias Lopes, Mateus: Jesus, o Rei dos Reis, 1‍aedição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2019), 366. [7]Hernandes Dias Lopes, Mateus: Jesus, o Rei dos Reis, 1‍aedição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2019), 367. [8]Hernandes Dias Lopes, Mateus: Jesus, o Rei dos Reis, 1‍aedição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2019), 367. [9]Hernandes Dias Lopes, Mateus: Jesus, o Rei dos Reis, 1‍aedição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2019), 367. [10]Hernandes Dias Lopes, Mateus: Jesus, o Rei dos Reis, 1‍aedição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2019), 367. [11]Hernandes Dias Lopes, Mateus: Jesus, o Rei dos Reis, 1‍aedição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2019), 367–368. [12]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), Lc 24.49. [13]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), At 1.4–5. [14]Hernandes Dias Lopes, Lucas: Jesus, o Homem Perfeito, ed. Juan Carlos Martinez, 1‍a edição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2017), 707–708. [15]Hernandes Dias Lopes, Lucas: Jesus, o Homem Perfeito, ed. Juan Carlos Martinez, 1‍a edição., Comentários Expositivos Hagnos (São Paulo: Hagnos, 2017), 708. [16]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), At 2.4. [17]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada(Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), Mt 28.19–20. [18]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada(Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), At 1.8. [19]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada(Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), At 1.8. [20] Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), Gl 1.15–17. [21]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), Mt 5.16. [22] João Ferreira de Almeida, trans., Nova Almeida Atualizada, Edição Revista e Atualizada®, 3a edição. (Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2017), 1Co 9.14. [23] João Ferreira de Almeida, trans., Nova Almeida Atualizada, Edição Revista e Atualizada®, 3a edição. (Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2017), 1Tm 5.17–18. [24]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), Mt 9.35–36. [25]Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Sociedade Bíblica do Brasil, 1999), Ne 6.2–4. [26]Sociedade Bíblica de Portugal, A Bíblia Sagrada em Português, Edição Revista e Corrigida (Sociedade Bíblica de Portugal, 1968), Mt 8.19–22.
Related Media
Related Sermons